domingo, novembro 12, 2006

Amar-te-ei sempre !!!



Amar-te-ei sempre.
Até depois desta vida.
Amar-te-ei sempre,
como uma folha ressequida ...
sedenta de mim.
Amar-te-ei eternamente ...
até ao infinito,
sabendo que no presente,
não posso ter-te a ti.
És apenas uma semente
que guardo dentro de mim,
que desabrochou tardiamente,
mas que me fará sentir,
eterna e ilusoriamente,
a verdadeira amante
que vive em mim.
(Laura)

17 comentários:

Pascoalita disse...

Um verso mto sugestivo! Sei k traduz o o sentimento de alguém próximo da laura (uma amiga mto chegada, minha amiga tb). Está lindo!!! É um dos que mais gosto, laura. Vá-se lá saber porquê :-)

Jotabê disse...

São estes sentimentos que alimentam a vida e originam pedaços d'ela bonitos, como esta poesia.

Parabéns Laura

Beijocas às duas

:)

Laura disse...

Saiu assim..Estava cá "nos meus momentos" e quando é assim, sai tudo de uma assentada e nem os corrigia!! Agora..páro, escuto e olho antes de mandar, só que as virgulas e os pontos..já não os controlo!!!!!!
E a minha amiga quando o leu, nem sabia que eu escrevi para ela, já que eu lhe disse em ar de quem não quer nada, que nem sabia porque escrevi aquilo, que nem me dizia nada aquele ror de palavras sem nexo!!!!!(Ligia já parece o teu livro, sexo sem nexo!!), mas ela, emocionada, chorou que se fartou!! Se os sentimentos dela, estavam ali retratados!!!!!!
Jotabê : obrigada pelos parabéns!!!!

Pascoalita e que linda imagem da muié sózinha, adivinha-se triste mesmo de costas!!! e o cavalo branco ao fundo em branco, um unicórnio para ser precisa..Lindo lindo....

AFRICANA disse...

Bom dia a todos,
realmente o verso esta muito lindo e a imagem enquadra na perfeição, embora não dê para ver se é unicórnio,parece mais um alado.Mas realmente ta tudo muito bonito, isto é que é trabalhar em equipa, hem?! ahahahahahah

laura disse...

calhar é um alado, mas cada um vê com os olhos que tem..tá tudo branco e em bruma, lindo mesmo!!!!

Ahlka disse...

Boa veia poética, cada dia melhor... :)

Pascoalita disse...

Olá, jota :-)
boa semana

laura disse...

Alka, este evrso foi feito já talvez há um m~es..a mim nada me dizia, mas a minha amiga quando o leu, as lágrimas deslizaram por ela, e fiquei surpreendida porque isso aconteceu....depois me explicou que tinha tudo a ver com a forma como se sentia depois de ter e perder o que ela considera o grande amor da vida dela, enfim, a pessoa que mais estava a par dela..Enfim....ela vai ler no teatro... ela faz teatro ..e eu vou claro, ver sentadinha a reação das pessoas!!!!daqui a nada tenho fadinhos pós fadistas me comprarem..Que bom que era...xi ficava riquinha e já podia comprar a casinha pequenina para todos!!!!!!

Ahlka disse...

É lindo mesmo laura, nesse dia estavas inspirada.
Nem todos os que li de ti têm esta magia...O Poeta tem os seus dias :)

laura disse...

Que linda critica Alka..até já gosto mais do verso..sério que o escrevi inspirada, mas depois pensei..nem vão entender isto!!ahhh mas entenderam, se entenderam!!!!!

AFRICANA disse...

..."O Poeta tem os seus dias"--é como os pintores!hahahaha

Tava a lembrar-me... quando era estudante de pintura,no curso de artes visuais, também tinha os meus dias e "nesses dias" o meu prof. de oficinas, um velhote já de 70 anos, a quem chamava carinhosamente de avôzinho, dizia-me "Ó Isabel, quando não te apetecer pintar não venhas as aulas, é que nem pintas nem deixas os outros trabalhar"!! hahaahah...porque seria?!E passei a fazê-lo! E o mais engraçado é que apesar disso...tinha sempre melhores notas, coisa que irritiva alguns colegas, e verdade!!haahaaha

laura disse...

Desde quando onde tu estiveres dás sossego a alguém?? Já o velhote sabia disso, e assim, além de não pintares os quadros, pintavas a manta que era bem pior, e na deixavas o pessoal esmerar-se na pintura!!!!

Pascoalita disse...

eheheheh
tou msm a ver o ar ternurento desse "prof velhote" e fez-me lembrar uma senhora (a D. Julinha) a quem fiz algumas patifarias qdo tinha os meus 11 anitos eheheh

AFRICANA disse...

E...por acaso não podemos saber? Foram assim tão más?ahahaha, deixa lá laura que a pascoalita não me fica atrás!
Tava aqui a lembrar-me, ahahahaha que eu também tinha os meus momentos de sossego e ternurentos...por exemplo...muito antes de ter medo de tudo o que bate asas( medo é pouco, PÂNICO é a palavra que melhor define o que sinto por pássaros, passarinhos e passarões)...e me sentava calminha com uma das galinhas no colo, das que a minha mãe tinha no galinheiro e que sabia de antemão que ia pôr ovo, até que esta abrisse o canal e deixasse cair o bendito ovo no meu colo!!!!!!!Juro!!
Não digam que eu não tinha momentos calmos!!!!hihihihi
.....Até que um dia o meu irmão me atirou um galo para cima e este me arranhou!Foi o fim da boa relação de convivência que tinha com estes bichinhos!!

Laura disse...

Ó africana!! Eu nã tenho medo de galináceos, desde que os galos já cantem!!!!é que sou predestinada a cenas de ciumes e o raio dos galirós da minha ma~e, corriam atrás de mim que eu pensava que era algum leão!!! Xi, tens razão..mas dos passarinhos e bicharada na tenho medo nenhum, os galirós da d. elisa é que na me gramam..dos cães, desde que não os veja de boca aberta..chego-me e faço mimos e eles alinham....mas mana foi pouca sorte ele mandar-te o galo, ai o maroto do teu mano!!!

Pascoalita disse...

ahahahahah patifarias tb fiz algumas e recebi de volta dos meus irmão ahahahah
Eu medo, ou melhor, repulsa, tenho dos bichos rastejantes ou quase (lagartos, lagartixas, osgas, lagartas, salamandras) ... xiiiiii k impressão!! só há uma "minhoca" com quem me sinto familiarizada, mas essa já é de estimação ihihihihih

Anónimo disse...

um verso mt sugestivo k traduz um sentimento