segunda-feira, agosto 18, 2008

Banco de Jardim (Tomar)


Curiosa esta imagem que descobri no jardim de Tomar!!!

A dupla parece tão entusiasmada com a conversa que nem presta a menor atenção aos veraneantes que passam ahahahah



20 comentários:

Mexicano Tarado disse...

Aposto que tagarela como és, tentaste meter conversa com esses dois e não te deram atenção, foi??? ahahahahah

MissEsfinge disse...

Pela forma como parecem abstraídos, só pode ser um de dois temas:

FUTEBOL ou MULHERES

Betynha disse...

Nã senhor! O senhor da esquerda queixa-se do reumático, das dores na coluna e da fraqueza nas pernas; o amigo da direita recomenda-lhe paciência e tenta animá-lo falando das suas mazelas: fraca visão, dificuldade com o aparelho digestivo ... decidem distrair-se a recordar e partilhando os bons momentos da juventude de ambos para esquecer as molésticas.

Teté disse...

Ah, agora até já as estátuas ocupam lugar? 'Tá mal!!! E onde é que se sentam os velhinhos com as mil e uma mazelas referidas pela Betynha? No chão?! Eh, eh, eh!

Como estátua, acho bem gira! Em vez daqueles monos que pululam um pouco por todo o país... ;)

Jinhos!

Cusquinha endiabrada disse...

pascoalita,

Esse nino da direita, agasalhado com o cachecol, não te parece o Jorge Sampaio???

Que fará ele tão longe de casa??? e a tua homónima Mizé saberá que ele passa as tardes sentado no banco de jardim ???

Palhacito disse...

Essa dupla quando era nova devia ser fresca, devia ...

Imagino quantas histórias eles não terão pra relembrar.

Vê lá que há 2 anos armámos o circo nesse jardim e já então eles conversavam nesse mesmo banco!!!

http:almaspoeticas.zip.net disse...

Seguindo uma trilha vindo do espaço da minha amiga RÔ e tambem conterrânea encontrei seu lindo espaço, Adorei tudo aqui.
Desenhe um sorriso e venha me visitar...
Agradeço desde ja por ter recebido o teu sorriso...
Vou guardá-lo com carinho;
ele para você voltará

Espaço do João disse...

Já lá vão muitos anos que não vou a Tomar. Ia muitas vezes quando cumpri o serviço militar na Escola Prática de Engenharia em Tancos. Próximo de Vila Nova da Barquinha e de Constância. Adorei Almurol onde tinhamos uma piscina para sargentos e, oficiais. Era considerado o polígono de Tancos. Bons tempos em que a responsabilidade era coisa a que não ligava muito. Conheci a Arenga, povoação mais próxima de Vila Nova da Barquinha, lugar onde fiz grandes amigos. Qualquer dia passarei por lá.

Espaço do João disse...

Ai Pascoalita.
Esta blogosfera deixa-me baralhado. Eu também sinto-me jovem e, muitas das vezes ela engana-nos sempre. Pensamos que estamos a falar com A e, aparece-nos o B. Não fazia a menor ideia quem seria a Mizé. Gosto de trocar impressões com toda a gente e, tento sempre ser verdadeiro naquilo que transmito. Tenho a certeza que todas as pessoas que contactam comigo conhecem a minha idade e cinceridade, não pretendo enganar seja quem for, e todos os que me conhecem na realidade sabem bem como sou. Gosto muito da natureza , das flores, das crianças, dos mais idosos, dos desprotegidos, etc etc etc Um beijo fraterno João.

Pascoalita disse...

mexicano tarado,

Quase acertaste! Ia tão distraída que nem reparava que a dupla não era de carne e osso. Por pouco não lhes dirigia o meu sonoro "olá!" ahahahah

missesfinge,

Tentei pesquisar para saber se retratam alguém conhecido ou se são pura e simplesmente e "utentes, anónimos à conversa"

Pascoalita disse...

Bety,

Puxa! Tu que nem lá passaste, sabes mais do que. Mas nem admira, porque ando um poukito surda, sabes?

Pascoalita disse...

teté,

Achei esta estátua fantástica! Dei comigo a sugerir à dupla que sorrisem para a câmara ...

- olha o passarinho (dizia eu e o meu marido a chamar-me doida ahahahah)

Pascoalita disse...

cusca,

ahahahahah por acaso tem alguma semelhança, sim :))

Mas tu não sejas intriguista! Deixa lá a ex-primeira dama sossegada.

Pascoalita disse...

palhacito,

Hummm de facto deviam ser uns borrachos! Da próxima vez que ali passe, vou apurar o ouvido ... sempre quero saber do que falam eles ahahahahaah

Pascoalita disse...

João,

Sobre Tomar e Tancos estamos conversados, não? ahahahahahah

Também gostei de Almourol, não do castelo que infelizmente não cheguei a visitar e estive no Pego, onde tenho 2 amigos.

............................

Quanto ao teor do segundo comentário, já me ri à conta disso.

Julgo saber a razão dessa confusão e devo sossegá-lo que tem alguma razão de ser (um dia destes explico ahahah). As coisas nem sempre são tão transparentes como parecem ahahahah ahahahahahahahaah

A blogosfera não é muito diferente do meio onde habitualmente nos movimentamos, também aqui temos de estar atentos, já que tem a vantagem, ou desvantagem de facilmente permitir camuflagens, entendes?

Há gente caduca a passar-se por jovem, lobos a passarem por cordeirinhos, etc., etc.. Mas desde que tudo isso ocorra sem prejuízo de ninguém, mal nenhum daí advirá, não concordas??? Temos de levar a vida a sorrir, pois lá diz o ditado: "tristezas não pagam dividas" ahahahah

Um beijo

Zé do Cão disse...

Estou a admitir que os velhos sentados no banco de tomar, não são o Zé e o João. É que o João além de velho é distraído e o Zé além de velho também é distraído. Enfim, dois velhinhos gágás, que em novos deviam ser frescos.
Achei curioso o comentário que a dona do blog, faz sobre a blogsfera, há velhos caducos a passarem-se por novos e lobos por cordeiros.
Tenho a mesma percepção, de velho não engano ninguém (77) feitos no passado sábado 16/8, tal como a Olá.
Lobo, se nunca fui, não é agora que vou mordiscar a perna de alguém, quanto a cordeiro, Sim, Sim, algumas vezes fui tosquiado.

Cumprimentos e beijocas.

Pascoalita disse...

Zé do cão,

77 aninhos!!! Espero que bem vividos e que se mantenha com garra suficiente para romper meias solas (é assim que se diz na minha aldeia ahahahah)

"gente caduca" sem ofensa, claro! Até porque o contrário também acontece, ou seja os mais novos quererem aparentar mais idade ... na blogosfera tudo é possível :))

Tento levar a vida a brincar, mas esforço-me por não melindrar ninguém.

bjokas

Zé do Cão disse...

Tal como eu, tal como eu, Pascoalita.
Porque havemos de ser inconvenientes, malcriados, desrespeitadores?
A vida pode-se levar a brincar e ser responsável.
A minha "Dona" ás vezes é que me puxa as orelhas, mas derrete-se com as minhas histórias.
Gostei dela e tive sorte por ela gostar de mim, porque atendendo ao meu passado aventureiro, se eu fosse mulher não queria um gajo assim.
Todavia, sou um pai extremoso, um marido à maneira em todas as circunstancias, somos felicíssimos e temos dois "putos" com 26/27 anos
adoráveis. Ambos licenciados, (Médico e Eng. Informático). Um Hospital em Coimbra, outro Finlândia. Deixei de trabucar aos 73. A grande maioria quer reformar-se antes dos 65, pois eu
já me arrependi de parar.
Viajei sempre muito, e continuo a fazer disso o meu desporto. E sem maleitas..........
Ora, estou para aqui a contar a minha vida toda, coisas de velhos.

Beijocas

Pascoalita disse...

Os meus rebentos têm 27/22 anos. Mas ainda são ambos dependentes. Terminam este ano os estudos (um mestre em língua e cultura portuguesa, o outro em ciências do desporto) mas não estou muito optimista qto ao futuro deles ... fizerem más escolhas!

Bjs

Chandelier disse...

Toda as pessoas que conheço e visitam Tomar adoram essas estátuas! São de facto fascinantes, hein? hehe

P.S.: "Infiltrei-me" porque gostei muito do blog :)