quinta-feira, fevereiro 08, 2007

O coito do Morgado

Estávamos em 1982 e a Assembleia da República debatia a despenalização do aborto. O então deputado do CDS, João Morgado, argumentou: «O acto sexual é para ter filhos». Natália Correia (na altura deputada do PS) subiu à tribuna para responder com um poema muito original. As gargalhadas obrigaram à interrupção dos trabalhos.


Já que o coito - diz Morgado -
tem como fim cristalino,
preciso e imaculado
fazer menina ou menino;
e cada vez que o varão
sexual petisco manduca,
temos na procriação
prova de que houve truca-truca.
Sendo pai só de um rebento,
lógica é a conclusão
de que o viril instrumento
só usou - parca ração! -
uma vez. E se a função
faz o orgão - diz o ditado -
consumada essa excepção,
ficou capado o Morgado.
(Natália Correia)

19 comentários:

Ahlka disse...

Hehehe...Bom dia!
Lembro-me desse episódio... Hoje o João Morgado deve contar sempre até 10 antes de abrir a boca ;)

A campanha do não é de 'vómitos', resolvi, desta vez, não me 'baldar' ás urnas.....E agora, vou tentar não me baldar ao trabalho: Té já! :)* a todos

adrianna disse...

Lembro-me vagamente do episódio. Natália Correia esteve muitissimo. Provocou gargalhada geral, além de que criou um bonito poema que se mantém actual.
Sei que não é socialmente correcto, mas não devo ir votar. Se outro motivo não tivesse, só o facto de à partida o assunto ser referendado, já é suficiente para me demover de optar entre um "sim" e um "não" por me parecer que a solução não passa por aí.

Pascoalita disse...

Um amigo, após passagem pelo meu "refúgio", pediu-me para colocar um post sobre o tema actual "despenalização do aborto" com o intuito de aqui poder deixar expressa a sua opinião (desculpa, Paulo, mas a ideia, da forma como chegou, pareceu-me tendenciosa eheheh).
Optei pelo "poema" da Natália Correia, pq sem fugir ao tema, dispôe bem, é elucidativo de qto se tem "debatido" o tema e, obviamente, permite-nos opinar.
P.S. Desculpa, Amigo. se não aproveitei as tuas sugestões. Os excertos de jornal são bem interessantes, mas não me convenceram nem sequer a optar no caso de chegar a ir à mesa de voto, nem a publicá-los aqui. Os jornais estão cheios de artigos semelhantes. Creio que cada um já tem uma ideia formada de como agirá no próximo dia 11.

Pascoalita disse...

Olá, Ahlka :-) hummm qdo posso, sabe tão bem uma "baldazita" .
Bom fim de semana com baldas ou sem elas ehehheh
jinho

Pascoalita disse...

Olá, adriana (com 1 ou 2 "n" gosto muito desse nome :-)

Laura disse...

Pascoalta, desconhecia o porquê dessa poesia, mas se foi assim a muié brilhou para caraças...É assim mesmo..ora toma que ave de mau agouro..a fome que a mulher dele não passou ahhhh bela prosa da nossa Natália..é assim mesmo e que bom que ela falou logo ali..mulheres ao poder já..olha para o tolo só para fazer filhos ihhhh

Laura disse...

Atão mana, pensei que andavas por cá, mas nem te pus a vista em cima..
Agora vou ver tv pó pé do shakita que já tá instalado a aquecer-me o lugar....jinhos a ti..

mary90 disse...

Boa noite,Pascoalita.
Isto esta animado com truca-truca e tudo.
A natalia Correia éra uma grande mulher, que tinha a coragem de dizer o que pensava!
Eu diria que éra uma mulher de "tomates".

Beijocas

Pascoalita disse...

Olá mary90 eheheheheh

Fizeste-me rir com essa expressão. Sabes k reajo a ela sempre que a ouço? "Por que raio temos nós de usar um termo k traduz masculinidade quando queremos enaltecer uma atitude feminina?

Não deveríamos antes dizer "aquela mulher tem-na no sítio!"??? assim é que ficaria ao msm nível do homem. É que de outra forma, estaremos sempre a admitir que uma mulher quando tem uma postura forte e se destaca pela positiva, assume um papel masculino e eu discordo completamente.
Não leves a mal. É um reparo que eu faço sempre que uma de nós usa essa expressão. Geralmente corrijo substituindo o termo e como na gíria não conheço um "legume" (talvez um repolho, não? eheheh)k traduza o genital feminino, uso o mais corrente eheheheh

A Natália Correia era uma mulher forte, sim! Bem me lembro-me de várias intervenções dela enqto deputada, sempre "sem papas na língua"
Volta sempre ... 1 beijo

Laura disse...

Pascoalita, agora semnpre que passo quero ler o verso e decorar, para contar às amigas..Adorei a resposta dela e logo ali, a muié escrevia bem rápido....Se queres saber, eu estava no teatro e naquele momento dançavam lá em volta do palco, as minhas duas amigas falavam entre elas do namorado de uma delas ser gordissimo, e ela pensar estar grávida..como ele tem uma barriga de tonel......eu sugeri..moça, não te preocupes que ele não chega lá (e tudo aquilo durante o espectaculo..) Mas escrevi isso tudo, nem piei, e ainda fiz um verso sobre isso..diz a outra ó sua burra se não usas camisinha podes mesmo engravidar, sua lorpa, e digo eu a rir perdida..como é que o desgraçado vai vestir a camisa se nem vê onde a vai vestir...com aquela barriga de mais de metro e meio.olha, tivemos que sair à socapa do teatro com o nosso amigo presidente da junta a olhar-nos surpreso por quebrarmos as regras de tão direitinhas que eramos ahhh...
Mas tens razão, qualquer coisa dizem logo..esta é uma muié de tomates, mas realmente temos que inventar nós um nome mais feminino ahhhhhhhhh.-

Pascoalita disse...

É verdade ... resposta mais pronta e adequada não podia ter sido eheheh

Laura disse...

Bem, acho que vamos ser nós as ninas que inventaram o nome de mulheres que teem.(já na se diz) e a partir de agora vai pegar..vamos pensar ou quê?

mary90 disse...

Ah ah ah!
Um repolho...não desgostei, mas há quem lhe chame um figo:)
Eu sou uma mulher de repolho!
Pascoalita não achas que soa de uma forma estranha?:)
Beijocas

Pascoalita disse...

Mary90, uma figa estaria mais correcto.
Não soa mto bem, não. Mas não desgosto de todo da ideia. Ou desta:

"sim, senhor ... aquela mulher tem a figa no sítio!" eheheh
ou então ... "a mulher tem pêssega!" eheheh
vou passar a usar este último termo

:-)

Pascoalita disse...

laura disse ...

"e a partir de agora vai pegar..vamos pensar ou quê?"
já te levo alguns pensamentos de avanço, laura!

Laura disse...

Mais vale fisga..que os figos comem-nos eles ahhh qual pessegada mana há coisa melhor..Estuda, pensa, imagina e pergunta ao teu seminarista o que acha melhor, já sei mulheres de crista (de galo claro ) ahhhh olha ai tá..aquela tem cá uma crista!!!!pegou? valeu? vamos consultar o mulherio?

Pascoalita disse...

Pronto! exercendo um dos direitos conquistados no 25 de Abril, não fui votar.
Já começáram as contradições, as recusas ao diálogo por parte dos ministros a quem cabe a responsabilidade de tornar lei o que hoje foi expresso pelos portugueses.
Boa semana, gente

africana disse...

Sobre o referendo e tendo ganho o sim..penso que mais uma vez se mexeu,mexeu,para ficar tudo igual.Espero que me engane e saibam fazer as coisas..começando pela lei.

Laura disse...

Sabem que mais, só agora é que fiquei a saber que tivemos uma Natália Correia e eu não sabia que a mulher era assim..Mas que pena eu tenho, e que boa resposta esse Morgado mereceu. Leio o poema vezes sem conta..