sábado, março 24, 2007

Passeando a pé por aí ...


No passado Sábado, após o almoço em família, alguém sugeriu um passeio a pé até ao cimo do monte.
A tarde estava fresca e o sol espreitava meio envergonhado, por entre pinheiros e eucaliptos, mas lá nos metemos a caminho, em direcção à reserva da tapada de Mafra.
Em passo lento, palmilhámos cerca de 4km, subindo e descendo por entre os montes cobertos de matagal verde, constituído por pequenos arbustos que vão crescendo entre um e outro incêndio, numa zona que já foi coberta de mato tão denso que nos impedia de avistar mais que uns metros à frente.

Uma vista especial do moínho de Alcainça, Mafra, que mantem as velas em movimento, cumprindo a sua função, actualmente apenas para matar a curiosidade de grupos escolares e estrangeiros que o visitam.
No alto dos montes, vão "nascendo" aqui e ali, a lembrar cogumelos gigantes, grupos de torres de aproveitamento de energia eólica, cujas hélices assobiam à passagem do vento.

12 comentários:

New Updates disse...

Good luck with your blog from our new service adblogz.blogspot.com. It's the top place for advertisers to reach blogworld and for bloggers to save real money when you're blog shopping. Try it today and see for yourself.

Cusco disse...

Olá! Obrigado pela tua visita e comentário.
Pela descrição o passeio foi óptimo. Também costumo fazer esse tipo de percursos mas de bicicleta. Este fim-de-semana fiz algo do género em Monte-Gordo no meio dos pinheiros e com o mar ao fundo.É optimo..
Bjs para ti!
Até breve!

Tiago disse...

Mafra.....um passeio, um caminhar por entre a vegetação, o vento, o uivar, o rodar, o olhar e deslumbrar com tamanho lugar.....

Jotabê disse...

Bem, pelo menos o vento está bem mais aproveitado. Antigamente do vento, saia unicamente a farinha, agora com a electricidade que dele sai, alimenta a máquina que mói a farinha, que a amassa, o forno que a coze, e a máquina que fatia o pão, que faz filas tremendas na padaria, porque agora toda a gentinha leva o pão fatiado, parece que já não sabem cortar o raio do pão, chiça!

Quanto ao passeio, também gosto de passear pelas matas com os miúdos, na maioria das vezes de bicicleta.


:)

beijoca

Grilinha disse...

Mas que bela passeata.
venham de lá mais passeios destes e fotos maravilhosas aqui ás portas de Lisboa.
beijinhos

Oº°'¨ Jefferson ¨'°ºO disse...

A foto do moinho lembrou-me Dom Quixote, que nos incentivava a usar nossa imaginação para fazer nossas vidas valerem a pena serem vividas.

Abraços.

Ahlka disse...

Lindo passeio, se continuasse a brilhar o sol auto-convidava-me para um cafezito aí para esses lados... Mas até lá vejo-me forçada a migrar ;))
Vim só deixar um bjito e desejo de uma boa Páscoa :)*

Pascoalita disse...

Brigada, Ahlkinha :-)
E lá vai a menina em busca das "amêndoas" pra outras paragens, né?
Aproveita, descontrai, usufrui o "intervalo"
1 beijinho

Ligia disse...

AI...AI JÁ NÃO AGUENTO AS SAUDADES DA ERICEIRA, MAFRA, O MAR E TUDO...AS MONTANHAS SÃO SUFOCANTES.

africana disse...

Olha a nossa Gi!!Então miúda, já sabemos que andas numa guerra danada entre emprego/trabalho doméstico/faculdade, não é fácil não.O lado bom da questão é que em breve está no segundo ano!É assim mesmo!O meu abraço de força para ti.

Carlos II disse...

Olá!
Obrigado pela sua visita ao meu blogue.
Acho que escreve muito bem.

Pascoalita disse...

Olá, Carlos :-)

Obrigada por ter passado por cá e não ter saído sem um "Hello" :-)
Continue a escrever lá no seu cantinho, pois parece ter algo a dizer.