terça-feira, janeiro 09, 2007

Manifestações de afecto.


Observando esta foto, sem se conhecer todo o episódio, poder-se-á pensar tratar-se de uma pose intencionalmente preparada para a câmara, ou de apenas uma cena com alguma graça, mas a Nikita não assumiu esta atitude por acaso. Quem tem animais sabe certamente do que falo!!!
Esta é a cama do meu filhote mais novo, o João, que tem 21 anos e que havia 2 noites não dormia em casa.
A Nikita, costuma deitar-se numa cadeira junto à minha, enquanto estou no pc e ali fica até que me vou deitar e a levo para a sua camita, no anexo, onde passa a noite.
Sempre que pode, escapa-se para uma cama dos rapazes, e ultimamente sente a ausência do meu filho mais velho que vem a casa só aos fins de semana.

As nossas roupas usadas são a sua preferência para se sentir próxima de nós, sobretudo qdo nos ausentamos!
Numa noite, já tardito, procurei-a para a levar para a sua camita, quando a descubro, muito quieta mas alerta, enfiada entre a almofada e o pijama do rapaz, tipo "gato escondido com o rabo de fora" eheheheh
À minha ordem ... "deixa estar aí um bocadinho!" (enquanto me munia do telemóvel) sacudia o rabito como que a pedir ... "deixa-me ficar aqui hoje!" :-))

15 comentários:

AFRICANA disse...

Só me ocorre dizer que um cão assim...só pode ser um cão feliz.
Está um encanto de momento..tao ternurento...parecemos nós quando de pequenos nos escapavamos da nossa cama para ir para a cama dos pais, saborear o quentinho e o cheiro,eu..tantas vezes!Só se não me deixassem!O meu pai saía para trabalhar pelas 5 da matina e eu...era de um tiro!

Anónimo disse...

Porque é que esta me parece tão familiar?

Pois lá em casa também temos uma sortuda!

Chama-se Pacha e é uma Rotweiller maravilhosa!

Rosita

Pascoalita disse...

Sim, Rosinha. Bem podemos chamar-lhes sortudas!
Mas é como costumas dizer ... uma troca de afectos. Mto dificilmente retribuímos o que recebemos deles.
1 jinho

Laura disse...

Conheci essa querida Nikita e posso dizer que é o amor em bichinho..Tá ai a prova da saudade. Até eu já fiz coisas assim quando a saudade apertava. Um cheiro de roupa, só não me enfiei ali como ela...porque nem cabia, mas está linda linda e é uma bela foto..

Jotabê disse...

Os animais são extraordinarios.

:)

Beijoca

AFRICANA disse...

E a minha Nancy, uma rafeirita algo maior que a Nikita, mas parecida com ela, já com 17 anos, operada duas vezes a uns caraços nos mamilos, a última em Julho passado, pensei até que não aguentasse, que assim que o inverno começa, para dormir, dorme de cobertor e saco de água quente?!Digam la que até para se ser animal nao é preciso ter sorte!

Laura disse...

É verdade africana ahhhhh, ela é uma mimadinha e eu já a conheço e levei algumas vezes à rua enquanto te adiantavas nas coisas da cozinha para depois irmos tomar um cafézito..Ela é uma doçura e tem sorte, olaré se tem..Mas merece, aliás merecem todos..Xi, que quem me ouvir...Porque tenho familia que lhes dá um pontapé se fizerem asneira..minha nossa!! Pobres de muitos bichinhos,



Jotinha , são extraordinários sim..manhosos, finos, como ninguém..eu que o diga pelo que vejo no meu safadinho...

Pascoalita disse...

Tb conheço a Nancy e concordo com a expressão ... "até pra ser cão é preciso sorte!"
Os animais são de tal foma extraordinários k mtas vezes me questiono se será mesmo o "homem" o animal mais inteligente do planeta.
Jinhos

AFRICANA disse...

Ai tu ainda tens dúvidas que o homem é o animal mais animal que existe?!hahahahaha, se é que me posso expressar assim.. mas o animal mais selvagem.. não mudo a minha opinião!
Quando vejo a minha cadela comer a horas,dormir dentro de casa na sua caminha, com cobertor e saco de agua quente e vejo crianças morrerem de fome,de doença,de violação,às mãos dos pais ,avós, até como alimento d'outros da sua raça, sim porque não pensem que o canibalismo acabou...etc, etc....achas que isto é exemplo da "inteligência" que nos destingue do resto do mundo animal??? SERÁ ISTO TAMBÉM DEMOSNTRAÇÕES DE AFECTO??!!

Guida disse...

Realmente os quase 50 kg do meu Borba tornam a Nikita numa coisinha doce pequenina. De certeza que as ternuras dela são bem menos violentas do as do meu maluco de estimação. :-)
Quanto às recordações da nossa infância, provavelmente os meus castigos por me sujar, com terra ou tinta, foram maiores do que os teus... :-)
Como me descobriste? Aparece quando quiseres, serás sempre bem-vinda.

Laura disse...

Fui espreitar o blog anterior, e xiça, que coisa linda. Devem viversemrpe entre nuvens lindas..Por-de-sol a sério..Bicaharada aos montes. E há gente com sorte..Quem me deera um cadinho desse paraíso para viver com os meus e os meus amigos!!!! Boa sorte à senhora da casa!!!! Tudo de bom para ela filhos marido e amigos que se devem sentir felizes ali....Jinhos.

Pascoalita disse...

Olá, Guida :-)
Como te descobri? eheheh
Um certo "cuco" passou pelo terrqço duma amiga ... segui o seu "ritual" e daí fói fácil pular para o teu quintal eheh
Fiquei com vontade de repetir a viagem. 1 beijo

Laura disse...

Eu estranhei que houvesse um cuco da ribeira aqui no teu, mas como dizem, o cuco põe os ovos no ninho dos outros..é apenas para engraçar, que gostei do que li e vi por lá no quintal dele.. coisas lindas que escrevem..

Pascoalita disse...

Laurita, este não é um "Cuco" qq, tem o seu próprio "ninho", por sinal feito com mto esmero. Para além disso, se reparares bem, tem costela de escorpião, imagina eheheh
Ora passa por lá e observa bem. Vais gostar :-)
jinho

Laura disse...

Eu nem imagino..Eu vejo ou antes antevejo..o que vem lá..Dois escorpiões juntos no mesmo espaço..arreda-me dali....dois lacraus de ferrão erguido..só pode sair veneno ahhhhhhhh.. Ou a cura para a loucura, quem sabe... Como semrpe brinco, não é para ler nas entrelinhas, é apenas para vos por a rir....