segunda-feira, julho 21, 2008

Árvores floridas



O pátio e jardim privados que durante muito tempo aparentavam abandono, surgem agora de cara lavada e minimamente cuidados.

Refiro-me à Rua Gomes Freire, mais precisamente ao espaço onde antes funcionava o Arquivo de Identificação, em Lisboa e onde se mantém a sede da Polícia Judiciária.




Dá gosto passar ali todas as manhãs e ver estas maravilhas da natureza, cujo nome desconheço.

Eram arbustos que se transformaram em bonitas árvores floridas, embelezando e perfumando a cidade. Pena que haja cada vez menos cantinhos assim.

Podemos encontrar muitos destes belos arbustos em algumas das nossas estradas. Não são lindos? Quem sabe como se chamam???

18 comentários:

L.S. Alves disse...

Pascoalita eu não sei o nome, só sei que em agosto começo a juntar dinheiro pra visitar vocês.
Beijos.

Laura disse...

ahhh o nosso Alves foi mordido pelo memso bichinho que te mordeu a ti, quer vir de cruzeiro nino? ehhhh...

Laura disse...

Nina, eu tenho arbustos parecidos em toda a extensão de jardim com centenas de metros que tenho em frente ao meu prédio, lembras-te? deve ser esse pois parecem iguai..aind ahoje acamara veio cortar a relva, está tudo limpo e bonito.ao menos isso...

Pascoalita disse...

ahahahah nino alves,

vamos todos juntar uns cobres para as nossas extravagâncias! Depois, quem sabe, inda fazemos um cruzeiro em conjunto que deve ter direito a desconto ahahahahah

Não me lembro, nem sei se nessa altura estavam floridos, mas há imensos destes arbustos à beira das estradas, pelo menos nesta zona onde moro.
Mas árvores assim grandes só conheço aquelas.São 4 ou 5 grandes, uma delas tem flor branca, e estão tão lindas!!! Dão tanta beleza ao espaço ...

jinhos

mundo azul disse...

...são realmente muito bonitos!!!
Não sei como se chamam...Ainda mais assim, em fotos...

Dá gosto ver suas imagens...

Beijos de luz e o meu carinho!!!

Laura disse...

Nina, as minhas não são árvores, são arbustos enormes e as flores de verão se não as tratarem criam montes d ebicharada que torna aquilo pegajoso...mas costumam tratar e o ano passado não ficaram doentes...
Ahhh lá voltamos nós ao cruzeiro para encontro de amigos bloguistas...
que disparidade de seres e de relações não seria, ma sno conjunto haveriamos de nos safar na perfeição, mas, acho que há mais escorpiões que sagitarianos e depois?...

africana disse...

Sabes porque é que elas lá estão??Não é por acaso!
Enquanto lá passas e olhas para elas, lavas a alma, amoleces os maus fluidos e quando entras no estaminé..vens um pouco mais leve e ajuda-te a levar melhor os dias,que são de loucos,por norma!hhihi

Cusquinha endiabrada disse...

Que flores lindas! Parecem begónias em ponto grande ahahahah

Parisiense disse...

Lindos esses arbustos, sim...
mas estou a gostar é da conversa do cruzeiro........isso é para quando????????

Parisiense disse...

Lindos esses arbustos, sim...
mas estou a gostar é da conversa do cruzeiro........isso é para quando????????

Pascoalita disse...

parisiense,

Acho que voui plantar um destes arbustos no meu quintal ... as flores são lindas e ... duram, duram ahahahah

Pascoalita disse...

Hoje disseram-me que estes arbustos são conhecidos com o nome popular de

"loureiro de jardim"

Já pesquisei e não encontrei nada com esse nome!

Espaço do João disse...

Olá Pascoalita.
Esses arbustos que publicaste, são nada menos que Loendreiros ou Sevadilhas. É um arbusto muito perigoso, pois um grama de sua seiva é suficiente para matar um homemcom mais de 80 Kgr, Há de diversas cores, desde o brancopassando pelo vermelho , o rosa e ainda o de cor de chapagne. Há uma lenda sobre esse arbusto:- Um rei queria ter o seu jardim e, mandou procurar um jardineiro que lhe plantasse toda a espécie de flores que encontrase. Apareceu um jardineiro com um frasco de mel e um loendreiro. O rei intrigado perguntou onde estavam as outras flores e, então o jardineiro explicou que nomel encontrava as espécies mais apetitosas mas, no loendreiro só encontraria piolhos verdes. Dessa planta retira-se um producto quimico chamado tintura de cevadilha, outrora para exterminar o piolho de púbis.Hohe a tintura de cevadilha foi retirada do mercado e só se obtém para fins laboratoriais. Abraço João

africana disse...

Ó Parisiense..um cruzeiro vinha mesmo a calhar,né?!Mas pelo sim pelo não se for levo um colete salva vidas e um par de remos!Nunca se sabe se as organizadoras em vez de um belo de um navio, vem ai com um cangalhas a cair de podre, como aconteceu na ultima tentativa de fazermos uma viagem de barco até ao Gilinho!Até encalhamos! ahahahahahahahahahahah

Pascoalita disse...

Olá João :)*

Obrigada pelo esclarecimento. Agora sim, com o nome correcto já aparece na pesquisa. Quem sabe, sabe ahahahahahahahahah

Conheço o nome da "tintura de cevadilha" há muitos anos, mas não imaginava que se obtinha neste arbusto, assim como não fazia ideia que pudesse ser nocivo para o homem! É bom sabermos essas coisas e nada melhor que um "botânico" (ou será boticárioi??) para nos elucidar.

De vez em qdo passo pelo "espaço do joão" e sigo também a "troca de mimos" no "Résteas de sol"

E sabes que mais? Fiquei a conhecer mais uma lenda ... já dizia a minha mãe: "saber não ocupa lugar", não é mesmo? ahahah

Um beijo

isabel tiago disse...

São os loendros e essa Instituição foi o meu emprego durante 35 anos desde 1972.
Adorei ver os meus velhos arbustos. Eu não tive coragem de os fotografar há dias pois estavem no seu máximo esplendor. Não fosse vir lá o segurança e correr comigo....

Anónimo disse...

As lindas árvores floridas cujas flores podem ser de cor "rosa" ou "branco" chamam-se Aloendros.

Trata-se de um arbusto que é normalmente utilizado para separar as faixas de rodagem nos autoestradas e em muros de jardim.

Como o líquido que brota das suas folhas é tóxico convém que as admiremos sem lhes tocar.

poio humano disse...

parabens pelo blogue!!!! muito, muito gostoso!!!