sábado, setembro 22, 2007

Couve ou tubérculo???


Recado à Laurinha:
O tema não é sobre jardinagem, mas ... anda lá perto eheheh


Já aqui tenho referido que moro numa povoação a oeste de Lisboa e costumo fazer passeios até aos montes próximos, actualmente bastante menos vezes do que seria desejável e suponho que nem preciso dizer o que me prende em casa, até a mente mais pobre em imaginação facilmente adivinhará eheh

A cerca de 2 km da minha casa fica esta lagoa. O percurso é sempre a subir e faz-se por estrada de terra batida ladeado de pinhal de ambos os lados. É aqui que o meu manel, que virou hortelão depois de aposentado, recolhe pinhas e lenha miúda com que acendemos a lareira de Inverno!

Há dias, subíamos nós na companhia de 4 familiares em alegre algazarra em direcção à lagoa, guiados pela minha Nikita que já tem o caminho na ponta das patas, quando em sentido contrário descia uma carrinha branca conduzida por um vizinho construtor civil que conhecemos desque que aqui moramos. Vinha acompanhado da esposa que há uns anos herdou 1 casebre em ruínas no alto do monte e que o marido tem vindo a restaurar, manifestanto grande brio na pequena obra a que chama o seu "refúgio".

Depois dos habituais cumprimentos, lamentou não poder inverter a marcha para nos receber no seu refúgio, porque era aguardado na aldeia, mas disse-nos:

- Entrem no quintal ... tenho lá uma espécie nova e estranha de couves que tem feito o deleite de muita gente. Podem apanhar uma ou mais se quiserem!













De facto isto é diferente de todos os legumes que conhecia até então. E só não trouxe um "espécimen" destes porque muito honestamente não soube como cozinhá-lo.

Alguém me diz o que isto é?


30 comentários:

Laura disse...

Ó naba, atão não sou couves de nabo, saem folhas de couve de nabo? à falta de melhor, coses o nabo e aproveitas as folhas ou fazes sopa, eu apanhava só para experimentar, e se ele ofereceu, ainda melhor. Ó mana que lugar lindo para te sentares a sonhar com o amor ehhhhhhhhhhhhhhhhhh

Pascoalita disse...

Fica a modo de dizer a 2 passos de casa.
Garanto que se fizesse uma caminhada diáriariamente até lagoa, depressa ficava em forma.

Pascoalita disse...

Laurita, mas se metesse na sopa, nem ficaria a conhecer o sabor daquilo! Podia ter trazido uma e aproveitava a cabeça, logo via a que sabia, nera? eheheh mas que coisa estranha ...

Adrianna disse...

Boa tarde domingueira eheheh

Anda tudo mto caladito, a começar por mim, não é? :b)
Ora vejamos, tem folhas de couve e cor de beterraba ... será uma "couverraba"???

Laura disse...

ehhh couve raba? num olhem prá mim...

Grilinha disse...

O Entroncamento chegou á Malveira???

eheheheh

beijinhos

SILÊNCIO CULPADO disse...

Não consigo descobrir o que é. Será couve roxa?
Tanto quanto me parece vives num local paradisiaco e essas caminhadas ao ar livre deixam-me sem respiração.

Laura disse...

ehhh couve roxa? aquilo tem cara de couve? num tou a ber nada disso, ehhhhhhhhh, bai lá chamar o tê hortelão para jurar a pés juntos que aquele nabo com o cú de fora num tem cara de coube nenhuma...

Pascoalita disse...

Laurita, o mê hortelão tb ia comigo e viu a horta! Não imagino como se chama e a que saberá aquilo eheh

Pascoalita disse...

Adry,

Deve ser msm o resultado de algum cruzamento marado eheh

Olá, Grilinhaaaaaaaa

Um exemplar digno do Entroncamento eheheh Bem dizia a dona que eram "couves esquisitas" eheheh

Pascoalita disse...

silêncio culpado,

Moro numa povoação pequena, na chamada zona saloia!

No início, há 13 anos, ficava maravilhada com o esmero do cultivo dos campos próximos, mas a pouco e pouco estes deram lugar a "caixotes de cimento" e já sinto saudades do sossego que aqui encontrei e tanto me cativou ... qq dia procuro outro sítio mais calmo, ainda não desbravado (será que ainda existem?)

Jotabê disse...

a mim parece-me um 'covabo', resultado de um acto ilícito entre uma couve e um nabo...

aliás os refugios, casas do monte, etc., pelo afastamento a que estão votados, são propícios a este tipo de actos ilícitos, dos legumes...

:|

Pascoalita disse...

eheheheheheh

Sim senhor, menino jotinha :b) um raciocínio cheio de lógica!!!

Aque espaço parece uma criação para filme "espacial" e as "couves" pequenas "naves espaciais" cheias de antenas.

Diz a nina africana que eu devia ter trazido um exemplar, já que mais não fosse para estudo(lá vou eu ter de subir de novo ao monte eheheheheh)

Laura disse...

Péra aí pascoalita, leva adrianna contigo e já são duas, encontrem-se meninas que devem trabalhar lá pós mesmos lados segundo me parece, ide ide, quem sabe sois vizinhas e trazeis uma cesta desses espécimes...

MEIO MALUCO disse...

é um... é um... é um legume, é isso... é um legume!

E.Adriano disse...

Menina Pascoalita

Informo que já não é tempo de colher esses nabos, para mais informações, leia o Borda D`Agua.


Mas ....
E a ladear a estrada de acesso á lagoa não existiam marmeleiros ?

É que agora está na altura de colher os marmelos, sendo que a cor amarela é o indicativo de que já estão maduros.

Bom .....
Com os marmelos, ..... pode-se comê-los, com casca ou sem casca, ou então fazer doce de marmelo.

Eu gosto de uma boa marmelada, no pão ou então só marmelada também é muito gostoso.


Um bjs com sabor a marmelo....


...

Laura disse...

O que é que oa marmelos têm a ver com as coubes de nabo de cor rosa pálido?
Vou ao borda dágua procurar o que têm em comum..a ver se aprendo algo...risos perdidos ehhhhh...

Pascoalita disse...

Por acaso, excepcionalmemnte, este ano até comprei o Borda d'Água a uma miúda na rua, mas nem sei onde anda eheheh

Referias-te a "marmelos fruta?" Pois fica sabendo que sim! Ao longo de parte do caminho havia marmelos sim senhor. Têm dono mas tenho certeza que se eu quisesse, era só colher sem qq problema. Cá em casa só eu aprecio marmelada.

É tb a altura das abóboras e vi várias "abóboras menina" e "abóbora chila". Podia tb ter trazido, mas não o fiz por ir acompanhada. Talvez ainda apanhe para fazer o tal doce fantástico.

Laura disse...

Tamém quem mais ia apreciar marmelada senão tu? os hortelãos (ãos) num gostam de nada, nem de uma marmelada nem da outra, são uns enjoados quase todos quando chegam áquelas idades...mas bota lá uma giraça das boas a ver se a marmelada não resulta neles ehhhhhhh. ehhhhh....

Doce de gila os meus na gostam, eu sim, mas só para mim nem vale a pena...Atira-se a gaja ao chão para tirar a tripa, ams que ideias as pessoas têm...
não li o borda dágua, mas conheço um borda dvinho...

Mexicano Portuga disse...

Ao tempo que estás aqui a falar, já tinham feito a sopinha ... tou cá cuma larica!

cusquinha endiabrada disse...

Eu preferia a marmela ou o doce de chila ... hummm é tão bom :b)

Laura disse...

O Alves disse para copiar uma frase de um livro qualquer numa página qualquer a 5ª frase e repassar para outro blog (5) blogues
a minha é esta

Vejo-te perdido na multidão...

João disse...

Olá
Não faço a mínima ideia.
Nunca vi nada assim.
Beijinhos

L.S. Alves disse...

Não sei o que é mas em todo caso se ele se mexer você mata ele.

Laura disse...

Este Alves já me pôs a rir demasiado, se ele se mexer vc mata ele e pronto...ó minha nossa, estes Brásileirinhos são uma turma da pesada....

empregadita disse...

ó lindinha como vês não me esqueço de ti, vim ver a tua horta!!!.depois de tudo que li ainda não percebi o que é aquilo...........quando descobrirem digam. também estou curiosa!bjossssssssss

Laura disse...

Olha uma empregadita que se não me engano era do blog lá dos adegueiros...
Olá nina, ainda me lembro de te ver por cá por alturas do natal passado, seria? Pois, beijinhos para ti...

Pascoalita disse...

Sim, a empregadita é uma nina mto linda que de vez em qdo dá à costa eheheh

Quer feliz fiquei com a sua presença aqui no meu cantinho :)*

Anónimo disse...

e uma couve rabano

Pascoalita disse...

Obrigada, Anónimo :)*