quinta-feira, setembro 27, 2007

O sonho que ontem ficou por contar ...


Eis o sonho a que me referia. Achei conveniente omitir um pequenito pormenor, assim como os maliciosos pensamentos que me ocorreram imediatamente antes de acordar eheheh


O dia tinha sido extenuante e decidira deitar-me cedo. Acordei sobressaltada, ao som da campainha da porta que tilintava insistentemente, obrigando-me a saltar da cama.

Percorri o hall algo contrariada, intrigada e receosa ... quem bateria assim a meio da noite ??? Lembro-me que numa fracção de segundos preparei uma enxurrada de adjectivos que despejaria sobre o meu filho caçula mal abrisse a porta, mas tal não aconteceu.

À minha frente surgiu um personagem vestido de branco com ar apressado que quase me provocando um AVC! Preparava-me para lhe bloquear a entrada, quando ele irrompeu parecendo querer passar através de mim, quase me derrubando!

Numa fracção de segundos passou pela minha cabeça correr à marquise onde guardo a vassoura, mas logo no segundo imediato me lembrei que a última vez que ameacei o meu caçula com ela, a dita foi-me arrancada com tal rapidez que caí estatelada no chão eheh


-Estou numa missão! Fui contratado para investigar aquele assunto complexo e sigiloso, sabes? Tinha-me esquecido do mais importante, por isso voltei atrás.


Então fez-se luz. Tratava-se afinal do Elemento masculino mais velho da casa, que desde que se aposentou há 4 anos, se dedica a cuidar da horta.


Ora esta! Então agora era “detective particular”? E a que assunto sigiloso se referiria? Como lhe crescera a barba em tão poucas horas? E onde teria ele arranjado tais vestes? Logo ele que nem umas boxers ou um par de meias compra há mais de 30 anos eheheh


Era de prever que tantas questões a chegarem aos meus pobres neurónios ao mesmo tempo, só podiam provocar um "curto-circuito" e ... pimba, acordei!!!


Pois a questão mantem-se ... devo atribuir algum significado a este sonho??? Há por aqui uma certa nina que talvez se deva abster de opinar, sob pena de eu a poder levar a sério ihihih


27 comentários:

Laura disse...

Pois fizeste mal em acordar, tinhas-te enroscado com o árabe e prontos, quem sabe era um sheik do deserto e tinha-te levado no seu camelo e viverias feliz para sempre, no harém dele, palerma, quem te mandou acordar logo naquela hora? deixavas o homem explicar-te o que queria, mas tem a ver com o teu trabalho decerto...ehhh o teu hortelão é que ia saber? coitado do homem, so as couves já lhe dão que fazer....

Laura disse...

Ah, o assunto seria que não te esquecesses de ir ao laboratório onde trabalha a nina belinha e agarrar numa coisa daquelas e dar naquele que eu e tu cá sabemos...ehhh devia ser isso...

Pascoalita disse...

eheheheh pois não contei um pequenino pormenor ... a certa altura pareceu-me ver o "sim senhor" do árabe sob aquelas vestes e mil e uma coisa passaram pla minha cabeça, mas é melhor ficar por aqui eheheh

Mexicano Portuga disse...

Hummmmm Ao ler o texto interroguei-me o que terias omitido.
Tal como a laurinha disse, acho que devias ter aproveitado plo menos para ver o que se escondia sob aquelas vestes "imaculadas" eheheheh

cusquinha endiabrada disse...

A minha avó era mto sábia!
Eu acho que ela saberia interpretar a mensagem desse teu sonho. Pena que não possa recorrer à sua sabedoria.
Mas pelo que aprendi com ela, cá pra mim tás mortinha para te "enrolares" com um marroquino (digo marroquino por estar mais perto, mas se apanhas um árabe a jeito ... )
eheheheh

MissEsfinge disse...

Ora vejamos ...

Hortelão/aposentado (dorminhoco) hortelão/detective (ausente)

Quem come em casa? E roupa suja, há? E meias pra coser, tens?

hummm acho que sei ... tens falta de algo que te ocupe o tempo eheheh

Adrianna disse...

Ah! Pelo que percebi, um sonho que tinha todos os ingredientes para ser fantástico, ultra-quente, só que um qq contratempo (calhar foi a tua consciência eheh) "inverteu" o rumo à estória final.

Olha, não tentaste retomar o sonho? Eu te-lo-ia feito eheheh

Laura disse...

Exactamente adry, enroscava-me pó outro lado onde na estivesse hortelão nenhum, senão...e sonhava sonhava, no meu sonho em luanda, anteontem bem sonhei e que bela sensação no fim, aquela mão pousada nos meus ombros e o abraço depois..só contado, porque sentir eu senti algo de belo, belissímo como dizem os italianos...

L.S. Alves disse...

A questão é:
Você omitiu um "pormenor" ou era um "pormaior" e você não quer contar-nos.

Teté disse...

Sonhaste com o teu hortelão, vestido de árabe e a dizer incongruências? Hummm... Seria pior se sonhasses com o vizinho do lado, vestido (ou não) de maridão! Digo eu, sei lá! Eh, eh, eh!

Bom fim-de-semana!

Pascoalita disse...

eheheh
Por acaso é verdade, teté! Seria bem pior tendo em conta os meus vizinhos do lado eheheh
Um tá acamado há 4 anos, já contou mais de 80 primaveras;
O outro tem 1 barrigão que difilmente arranjaria vestes com o seu tamanho, a menos que o sonho mo representasse com o fato que Deus lhe deu, o que pioraria as coisas eheh

Bom final de semana

Jinhos

Pascoalita disse...

Alves,

Podes crer que era mesmo "pormaior"!
Até pensei que era um "africano" disfarçado de árabe eheeh

Pena que não deu pra ver bem e as imagens passaram tão ráidas que tb não aproveitei eheh
Bfs
1 beijo

Ahlka disse...

Acho que sou eu que me tenho de abster....
Sonho límpido :)))

E.Adriano disse...

Menina Pascoalita


Provavelmente o taliban que lhe apreceu á frente devia ter estado numas corridas de cavalos na Companhia das Lezirias e a menina em vez de aproveitar a oportunidade pensou que foi um sonho.

A vida é mesmo assim se não se agarra a oportunidade esta foge.

Bom e por falar em agarrar as oportunidades, já subiu o monte e foi apanhar marmelos ( fruta da época), é que pelo menos ao lanche dava jeito um bocadinho daquela iguaria ....


Ou então marmelos no forno também são bons, agora marinados nunca provei ...


Este comentário é dois em um serve para este post e para o anterior.... tenho tanto para fazer, amanhã quando for 6H45 já estou de pé...


Cumprimentos e um bjs...



.....

Laura disse...

Marmelos no forno, hummmm que bom
marmelada hum que bom
marmelos cozidos c açúcar por cima, hummm que delicia..marmelos pois...

Ahlka disse...

Falam de marmelos e sinto logo água a crescer na boca só de imaginar a sua acidez..
Gosto do amargo mas não do ácido, troquem lá de fruta ;)

Gilinho disse...

Pascoalita, mas como às vezes os sonhos nos fazem bem; outras vezes detestamos; mas são misteriosos, ainda bem que são.
Tenha um bom final de semana.

Laura disse...

Menina estamos na época dos marmelos e mais nada! acidez só se for verde, bem maduro é bommmmmm, e se levar açúcar tanto melhor, assados no forno como se fossem maçãs? hum..coisa deliciosa (falou a bolinha que se prepara para rebolar não tarda..engordo como uma pupa..Alkinha lá no teu armazém num há nada que eu pape e me transforme numa madame elegante?...

Bichodeconta disse...

Vim até aqui para agradecer a visita assim como as amáveis palavras deixadas.. O sonho comanda a vida , há que não esquecer!! Só uma dúvida: Porque será que acordamos sempre no melhor do sonho?Gostei do que vi, deixo um beijinho e deixo sobretudo a promessa de fazer deste espaço, lugar de passagem e paragem obrigatórios.. Um abraço, ell

Ahlka disse...

Pascoalita, vou aqui responder á Laurita, tá? mas deixo 1º um bjito à anfitriã :)*

Laurita, se marmelo é como a maçã, comam-se maçãs que são muito menos ácidas e granulosas ;))
Ser gordo ou magro é genético, mas podes contrariar essa tua tendência para engordar com muitas refeições pequenas e evitando alimentos calóricos. Um exemplo simples está no facto da batata ser muito menos calórica do que o arroz e este muito menos do que a massa...Etc...
Depois, verifica que não comes por impulso nervoso. Há quem tente compensar frustrações ou depressões na comida, aí terias de tratar a parte psicológica :)*

sveronica disse...

Pois...era esse pormenor que eu queria ler...
hehehehehehe......


Estive ausente uns dias e deixei o blog
fechado. Estou voltando aos pouquinhos
e na medida do tempo, voltarei a comentar-vos
Quero que saibam que não vos esqueci e
que os trago sempre em meu coração
beijinhos
Menina do Rio

Laura disse...

Olá Alkinha, eu sei essa e muitas mais, e, não consigo é segui-las... De manhã nem abuso, palavra de laurinha, e de tarde sou capaz de nem me apetecer nada, se fizer almoço, almoço (depende da familia e a nina só quer verdurinhas ou saladas, depende dela, e eu faço para as duas, o marido raramente almoça, os filhos idem, mas sou bom grafo e ando pouco a pé e não ser pela casa que para quase tudo vai o carrinho à frente, porque muitas vezes o tempo nem dá para ir relaxadamente lá acima..
Sabes o que é? de certezinha, já a minha mãe é igual...engordamos sem mais nem menos, a neide tem a mesma tendência e feitio corporal que eu, que o tenho como o da minha mãe, a minha mãe é a única das manas dela que é gordinha...Por mim acho que é problemas na tiróide, quase que posso afiançar...
Claro que se tiver cuidado a coisa vai descaíndo, mas..
Beijinho e eu a pensar; sai pilula milagrosa?...

Laura disse...

Ai Alkinha, esqueci de dizer que se os marmelos durassem todo o ano como as maçãs, a coisa seria melhor para mim..crus só muito maduros e maçãs ando a enjoar delas, vejo-as ali e, passo. Adoro maça reineta, é a minha preferida crua ou assada, o que for, mas que coisinha boa aquele travo agridoce...

Laura disse...

Péraí pascoalita eu saltei aquela parte de veres o sim senhor ao árabe, e que tal? tem a mesma cor ou a cor é do avesso? ora explica aqui nina, é uma lição de história e cultura natural e temos de aprender...Cuidado com a cusquinha que é piiiquenita...

SILÊNCIO CULPADO disse...

Os sonhos somos nós próprios, a nossa zona subconsciente, ou inconsciente, a querer romper a penumbra e apresentar-se à luz do dia tal como é nas suas aspirações e nos seus recalcamentos.
O que atiramos para trás das costas não desaparece, transforma-se e volta a aparecer.

Ahlka disse...

Ninguém?....Anda tudo na vadiagem? :p

Laurita, o padrão de beleza está na nossa cabeça. Muitas vezes o problema está na compra de roupa, mas tu nem tens esse problema :)

Pascoalita disse...

Na hora em que escrevias, eu andava a colher os figos eheheheh