quarta-feira, fevereiro 04, 2009

Poluição sonora



Há dias em que o barulho me é tão insuportável que fico capaz de partir tudo à minha volta ou de esganar quem o provoca!

Se em casa é o incómodo de aparelhos desafinados (desumidificador, exaustor, ventoínha do recuperador do calor, etc.), na rua tenho de suportar a musica, mais ou menos pimba conforme o gosto do motorista do autocarro, assim como no metropolitano, além da que nos é impingida quando por exemplo ligamos para qualquer empresa de serviços públicos e que me irrita solenemente.

Hoje o ambiente que me rodeia tem sido rico em decibeis! Logo pela manhã a musica no autocarro feriu-me os tímpanos, deixando-me à beira de um ataque de nervos e foi um alívio ver chegar o terno da viagem no Campo Grande. Na sala onde trabalho existem duas "hots" que hoje tem sido necessário estarem ligadas quase ininterruptamente e como se não bastasse, a meio da amnhã a senhora da limpeza resolveu azocrinar-me o juízo com o "aspirador", elevando o meu nível de paciência ao limite do razoável, quase a descambar para a agressividade, só contida porque optei por abandonar o local de trabalho eheheh

Caramba, que bom seria se pudesse instalar um "interruptor" no ouvido, assim como o da Laura, e pudesse refugiar-me no silêncio sempre que desejasse.

24 comentários:

Roderick disse...

A Laurinha agradecerá ouvir qualquer poluição sonora que seja!

Anónimo disse...

Conheces o TAPULHO???...à moda do minho é um tampão de algodão(o tal que não engana)

Remédio santo!

Abraço:pandora_box

Carlos II disse...

O que "eles" querem é nos dar música. E, Transpor-mos a barreira do som. Ficamos loucos. Insensíveis, desinteressantes, Imbecis, Indiferentes. Zombies.

E pronto. Depois fazem tudo quanto querem. Está quase.

Bjs

Parisiense disse...

Ninguém está contente com aquilo que tem....hihihihi
Mas como eu te entendo!!!!!
Entendo que a laurinha esteja contente por ir finalmente ouvir porque foi uma vida sem ouvir, enquanto que nós saturamos de tanto ouvir.....
Mas o ideal seria mesmo um interruptor...aahahahhaha
A mim as vezes apetecia-me desligar quando chego a casa e começa um e o outro todos a querer tudo ao mesmo tempo......ahahaah
Mas no dia em que não os tiver vou reclamar porque já ninguém está cá para falar para mim.....ahahahhah
Beijokitas

Pascoalita disse...

Roderick

Sabia que diriam isso e é claro que entendo a necessidade da laura, mas sinto que a cada dia que passa vou perdendo mais um direito. No caso da música, que é de todos o que mais me incomoda, é irritante! Fico capaz de me virar às pessoas.

Por vezes chego a levantar-me no metro porque o tipo sentado a meu lado, de fones mos ouvidos, me incomoda tal o volume do som!

Pascoalita disse...

Pandora_box

Assim por "tapulho" não conheço mas sei de pessoas que usam "tampões" de vários tipos para não ouvirem "roncar" o parceiro(a) e conseguirem dormir eheheh

Existem também os supressores de som, que por sinal temos com fartura no departamento onde trabalho e que de vez em quando até tenho de recorrer a eles por razões profissionais.

Mas por que carga de água tenho de ser eu a tapar os ouvidos no autocarro ou na rua se os outros é que causam incómodo?

Ah! Já sei, vais dizer "quem está mal é que se muda se não quer ficar com o prejuízo"

E até és capaz de ter razão porque na verdade ninguém se queixa, sinal de que ou gostam daquela "sinfonia" ou então o pessoal já está todo anestesiado. E apercebo-me que se me queixar, ninguém me apoia.

Pois ... um dia da-me a travadinha, passo-me dos carretos e passo eu a incomodar também ... que tal por exemplo, fazer uma poia dentro do autocarro? Se já não há regras e cada um pode fazer o que quer ...

Olha que não tou a ralhar!!! ahahah foi só uma ideia que me passou pela cabeça ... também já não tenho a "caixa dos pirolitos" a funcionar muito bem eheheheh

jinhos nina :))

Pascoalita disse...

Carlos II

Também acho que faz parte da estratégia ... enquando andarmos adormecidos/anestesiados não temos capacidade de nos organizarmos de forma a exterminar os PARASITAS!

Caramba, como eu gostava de ver meia dúzia de HOMENS deste país unirem-se e limpar o país duma certa corja de vampiros.

Então no momento que atravessamos fazia mesmo falta uma LIMPEZA.

Pascoalita disse...

Parisiense,

É verdade que o ser humano é mesmo insatisfeito e já deizia o Variações:

"Porque eu só quero
quem eu nunca vi
Porque eu só quero
quem não conheci

Porque eu só estou bem
aonde eu não estou
porque eu só quero ir
aonde eu não vou"

Mas eu gosto de alguma música, sabes? Só que gosto de ser eu a decidir quando,m onde e o que ouvir.

E logo pela manhã quando ainda nem estou bem acordada aquela grafenola mal sintonizada tira-me do sério, até porque eu sou daquelas pessoas que antes de beber o meu coffee matinal fico intratável ... "imprópria pra consumo" eheheheh

jinhos

Parisiense disse...

Tás com sorte se é só de manhã e sem tomares o primeiro café que ficas intragavél.....ahahahh
Há quem o fique o dia todo.....hihihihihihii
Beijokitas

Anónimo disse...

ihihihihihh...uma POIA,seria um barato.....mas olha lá...como te colocavas??

No meio do autocarro a "arrear" a dita....ou discretamente falando?

Não me digas que puxavas saias pra baixo e.....pimba! sirvam-se

(xui,,,bem-vindaà trupe,sou intragavel,intratavel e tenho o diabo no corpo...pois)


pandora_box

Laura disse...

Ehhh tal e qual roderick, ehhh, e tu nina pascoalita, podes enfiar aquelas esponjinhas que amortem o ruido...e se fosse um namorado a cantar-te um fadinho bem alto, acredito que já não seria poluição sonora, seria poluição no coração, ehhhhhhhh...podess emrope por as esponjinhas e mai nada...ouvir é bom..ou vai viver pro meio da natureza como eu gostaria...vai pois que os passarinhos cantam, o doce murmúrio da água, ah que ansiedade para ouvir isso tudinho...

Laura disse...

Ai, deixem-me imaginar a pascoalita que ja ta quase tão gorda como a mim, a arrear no autocarro, metro com os chavelhos à mostra e os rapazes incrédulos a fugir ca musica, ahhh nem s epode imaginar, e as calças pendurava-las onde? nas fuças do motorista? ahhhh, pandorinha a nina passou-se é o que é ahhhhh...

Pascoalita disse...

Parisiense

Bem, geralmente é só de manhã mas também tenho daqueles dias em que demanhã, à tarde não se pode sair à noite eheheh

Pascoalita disse...

Pandora,

ahahahah foi a coisa que me ocorreu como suficientemente insólita para incomodar o pessoal e me faria sentir o sabor da vingança ahahahah

Mas já nem digo nada ... calhar nem teria o efeito que penso, dependendo do sexo da maioria dos passageiros eheheh

Uma vez, já lá vão uns aninhos, discutia-se em grupo a melhor forma de nos aposentarmos por incapacidade. Uns sugeriam "atacar o chefe", outros diziam que o melhor seria "destruir os documentos" e eu teimava que a minha opção seria infalível ... "tiraria a roupa" e todos diriam que tinha pirado!

Nisto ouviu-se uma voz atrás de nós dizer:

- E quem disse que eu ia achar que estava louca?

Era o Director eheheheheh

Pessoal, animem-se que hoje é Sexta Feira

jokas

Pascoalita disse...

Laura

Bem, se fosse uma voz ao ouvido, daquelas bem afinada e melodiosa ...

Então se a voz tivesse dedinhos ...

Se os dedos estivessem ligados a uns braços vigorosos ...

Se ... se ... se ...

eu queria lá saber do volume da musica ahahahahaah

Laura disse...

Ai minha querida nina, como entendo isso, mas só tens de te fazer de tótó e até que chegue quem tenha dedos de tocar violino, de andar na estrada cansadod e percorrer caminhos sem destino, ahhh e com um coração sonante onde ouvisses o bater dod ele, ai nina que maravilha, qual póia qual quê!...mas que belezinha de sons não ouvirias, e eu? acho que se fosse isso nem precisaria de implante, a voz do amor ouve-se à légua..e por isso tive os ouvidos tapados para esses sons, toda a vida...Beijinhos nina e sonha que o sonho comanda a vida...se comanda, torna-nos mais aparvalhadas, mas vale por isso, sonhos pois, só sonhos...

Anónimo disse...

Se.....~

Se....

E pensas que é dificil??

Imagina a cena:

Nós "ambas" adoro este termo minhoto,resfasteladas numa salinha..pronto..pronto tb a Laurinha e páginas amarelas nos joelhos da Laurinha (como vá com seus dedos.viu),,,,,de dedito a apntar página acima página abaixo e lá estava o grandioso SE....era só escolher temos:de todas as raças,côres e credos...


Que se qual carapuça,a teconologia dá-nos muitos "ses" e quandos"....

OH Laurinha,tu cala-te,e v~e bem essas páginas amarelas

Beijos...beijos
pandora_box

Pascoalita disse...

ahahahah

Laurita,

Não tinha necessariamente de saber tocar violino ... podia ser mesmo saxofone (é assim que se chama?)m eheheh

Pascoalita disse...

Nina Pandora

Da maneira que funcionam actualmente os telefones - sim, porque depois das pág amarelas seguia-se o contacto telefónico, não? - acho que seria mais prático passar num café ou num jardim que a qq hora do dia estão cheios, e fazer a selecção ali mesmo. Podia ser por aquele velho sistema

"um dó li tá, quem está livre, livres está" ahahah

Assim, até podia conferir logo o aspecto dos deditos e se fosse necessário faria batota na escolha ahahahah
Nina, passa-me cada ideia pla cabeça mais maluca eheheh

Espaço do João disse...

Se fosse comigo, sabes que fazia? Pegava num bombo daqueles grandes e vinha para a porta bater,bater até cansar-me. Coitado de quem ouve porque quem berra fica aliviado.

Zé do Cão disse...

Pelo S. Joáo vai até Braga, visitas a Laurinha e depois ás 12 horas do dia 23 de Junho dás ao pulo ao Jardim de Santa Barbara para assistir a um concerto de bombos, executado por 10 ou mais grupos de "Zés Pereiras" todos a tocar à sua vez, terminando por tocarem todos ao mesmo tempo.
Vens de lá maluca de todo.

Anónimo disse...

Somos duas....

Nenhum na esquina à tua custa,não fez figurinha de parvo,vestido de preto à espera duma vestida de azul??.....comigo aconteceu...de preferência os mais marialvas,,,,e eu com amigas a gozar o PRATO....balhamedeus!!

Bom fim de semana
pandora_box

Pascoalita disse...

É verdade, João :)

Por vezes apetece subir a um monte e gritar a plenos pulmões ... fica-se aliviado e de que maneira eheh

jitos

Zé.

O Jardim de Sta Bárbara é lindo! Não sabia que faziqam por lá essas concentrações de bombos e batuques ... não estou interessada, só de ver e sentir o perfume da enorme variedade de flores maravilhosas :))
Bom resto de domingo

jinhos

Pascoalita disse...

Pandora,

Vestido de negro, não! Mas quando tinha 18 anos deixei mtas vezes um tal de "Zé sujo" era mecânico eheheheh) especado durante horas na esquina em frente à casa onde eu morava ... o moço até deve ter ficado com um torcicolo de tanto olhar para a minha janela eheheh

E um pouco mais tarde, provoquei um acidente ahahah o sujeito fazia-me olhinhos, descuidou-se e enfiou o carro na traseira do que ia à frente ahahahah

jinhos