sexta-feira, janeiro 23, 2009

A Herança do Manel

Na sequência do falecimento do meu sogro, em Fevereiro do ano passado, a Ti' Adelaide não descansou enquanto não juntou os 4 filhos, a fim de proceder à partilha do espólio.

As várias diligências inerentes ao processo obrigaram o filho mais velho, o meu hortelão, a algumas deslocações à terra natal.

Ontem foi dia de dividirem o recheio da adega e arrecadação. Desde pipas de vinho a motores de rega e todo o tipo de utensílios de lavoura, o hortelão foi prescindindo objecto atrás de objecto por não lhes dar utilidade.

Hoje regressou a casa com o produto da herança: A cantarinha de barro que o pai fazia questão de ter sempre cheia de água fresca, no verão.


33 comentários:

Grilinha disse...

Que bela cantarinha.

Olá Mizé
ligaste-me há dias mas a bateria do velhinho Nokia apagou e não deu mais sinais de vida.

estes dias têm sido complicados. Infecção generalizada e uma massa estranha junto ao pâncreas ocupam-me o pensamento e os dias no Hospital a fazer exames.

Dia 2 faço 2 Ressonâncias e depois darei noticias.

Reza por mim que isto está complicadissimo

Beijinhos

girassol disse...

Essa é uma peça fantástica! Então sendo daquelas muito usadas, que quanto mais o são mais faculdades têm de manter a água bem fresquinha... É uma bela herança sim senhora!...
Beijo

Pascoalita disse...

Olá, minha querida Grilinha :)*

Pois foi ... tinha saudades de ouvir a tua voz, mas depois fiquei apreensiva e fui logo ver se encontrava alguma explicação no Blog. E lá estava!

Puxa! Não há paciência que resista, e como se não bastassem todos os contratempos que tens tido, ainda apareceu uma chata do outro lado da linha para pior um pouco o dia. Mil desculpas, Grilinha :))

Não ligo mais vezes exactamente para não te incomodar, mas sabes que estás sempre no meu pensamento.

Embora não pratique muito, prometo que rezarei, sim :))

Um xi-coração bem apertadinho

Mizé

Pascoalita disse...

Girassol

Ainda bem que o meu marido não se lembrou de aceitar um arado ou uma forquinha eheheh

Pelo menos a cantarinha está associada a boas lembranças e até tem utilidade eheheh

Obrigada pela visita

jinho

Anónimo disse...

Ai. herdas uma púcara e ainda te queixas??'(mal agradecida)


Mas juro q preferia ver-te de enchada...isso sim uma proeza...ou um tractor(ia dar umas voltas contigo de cabelo ao vento)

BOA SORTE PRA GRILINHA..vou encomenda-la ao Meu Deus(ñs ei pq mas ELE ouve-me...pago a factura bem paga..mas que me ouve essa é uma realidade,,,,,vai correr tudo bem...

Um xiiii pa tu
pandora_box

Anónimo disse...

Isto bem pensado...

Eehheheheehheeh

Duas matronas todas catitas num passeio higienico numm tractor dava uma novela melhor que as da TVI...isso era garantido

pandora_box

Zé do Cão disse...

Não sou para aqui chamado, mas não resisti.
Grilinha: - Não conheço, mas amiga da minha amiga, minha amiga é.
Força, fé e resistência...
Há-de ficar melhor e com cura definitiva. beijocas para ela.

Com que então, uma bilha de barro. Daqui a uns anos valerá uma fortuna em leilão. Espero que sim.
Vá lá, podia ser pior.
Portanto parabens, ao menos sempre deu para a viagem e um almoço em Castelo Branco.

Biquinhos
















































































++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Teté disse...

Mais vale uma cantarinha, do que material que não tem utilização.

E até é engraçada, senso simultaneamente uma recordação...

Beijocas, nina!

ps - como é que está a Laurinha?

Bruno Fehr disse...

Agua bebida por aí, é do melhor que há :) Sem falar no valor sentimental.

Eu da minha avó, prescindi de objectos com valor real que ficaram para as sanguessugas das minhas primas, ficando eu com objectos muito mais valiosos para mim, por serem valiosos para a minha falecida avó.

Pascoalita disse...

pandora_box,

Em nome da minha amiga Grilinha, obrigada por a incluires nas tuas orações. A Grilinha é uma AMIGA muito querida.

Ah! Esqueci de dizer que a púcara vinha recheada de euros eheheh

Concordo que faríamos uma parelha divertida em cima do tractor ... u conduzias tu, não? ahahah

jinhos

Pascoalita disse...

Claro que és chamado! Quantos mais amigos torcerem pela Grilinha, mais hipóteses ela terá de dar a volta à situação.

Famos fazer uma corrente de energia positiva? Obrigada, amigo Zé :))

jinhos

Pascoalita disse...

Teté,

A Laurita tem comunicado por SMS e ontem estava tão bem que até já fala em voltar a casa :)

Jinhos

Pascoalita disse...

Bruno Fehr

Há objectos que para nós têm valor incalculável, ainda que o seu valor material possa ser nulo.

Logo que tenha um tempinho vou cuscar o teu espaço :)

Obrigada pela visita.

Zé do Cão disse...

Oxalá que quando houver o leilão da "Bilha", não aconteça algum incidente e o valor por que vai ser arrematada, seja perdido definitivamente.
"Ver maill"

Parisiense disse...

São bem bonitas esses cantaros, como se chama aqui nesta região.
E no verão a agua está sempre fresquinha, lá isso é verdade.

Boa herança, é sempre bom termos uma recordação dpos n/tempos de infância.

Vê lá se tens isso cheio de vinho para quando eu fôr aí no verão....ahahahhahah

Beijokitas

Roderick disse...

Há coisas que tem valor sentimental que valem mais do que coisas de valor material. Sei como isso é!

Parisiense disse...

Onde passou o comentário que eu pus aqui ontem??????

Eu dizia para encheres a cantarinha com um vinhito quando eu aí fosse no verão que assim bem fresquinho eu até bebia mais......mas afinal a cantarinha não gostou da m/proposta e eliminou-me o comentário....hahahahaha

São lindos esses cantaros como se chama aqui para estes lados.

Beijokitas

Espaço do João disse...

Muito bem.
Pe4lo menos ao olhar para a púcara lembrar-se-á do seu pai. Se calhar eu faria a mesma.

Pascoalita disse...

Ahahah pois, pois ... o leilão da bilha! Só tu, Zé, para me fazeres rir ahahahah


nina parisiense,

Tás pitosga? O comentário está no seu devido lugar. O Roderick é que se meteu à frente e escondeu-o eheheh

Pascoalita disse...

Roderick

É uma púcara normalíssima. Foi mesmo por graça que o meu hortelão a trouxe.

Eu preferia uma daquelas panelas pretas de ferro com 3 pés, sabes? Mas talvez um dia destes me calhe uma dessas :)

Anónimo disse...

Euros??....tinha Euros??

Eiláaaa...já te pego na bilha

Eu conduzia era nada,conduzias tu e vestidinha à Rosinha dos limões(farda de tractor)...eu ia feita Madama a acenar aos transeuntes...ora

abraço:pandora_box

Espaço do João disse...

Eu cá não tenho nada a ver com isso. Mas, Descalça vai para a fonte.
Leanor pela frescura
Vai fermosa e não segura
Descalça vai para a fonte....

Gostaria de te ver com a bilha cheia de água para dar ás ceifeiras, quando chegar ao verão.

Espaço do João disse...

Acabei de enviar um comentáriosobre a herança do teu Manel, desapareceu. já é o segundo.

girassol disse...

Pelos vistos por aqui os comentários andam a desaparecer e a reaparecer... quer dizer... a pregar partidas!...

Bom, esperemos que o meu não seja desses.

Olha Pascoalita, quando quiseres vender a bilha diz que eu compro-a, não a leves a leilão. É uma peça simples mas lindíssima e muito útil. Na minha terra, Alentejo, chama-se cantarinha. Com água (era para isso que serviam) ou com vinho (novas utilidades... modernices!:..) como te pede a Parisiense, é sempre de muita serventia.

Bom, o certo é que se gerou aqui uma conversa interessante e bem disposta à volta da bilha. Ai que se a bilha soubesse ao que vinha...

Beijinho e tudo de bom
Belmira

(olha, por favor, dá atenção a um mail que te enviei e dá-me a resposta possível)

girassol disse...

Um recadinho para a Grilinha:
Um abraço de carinho e força. As orações que faço interiormente pedindo para que os meus dias e os dos meus sejam bem acompanhados estendem-se aos amigos com quem por aqui vou lidando. Não são muitos mas são os que considero bons. Claro que neste meio onde a maior parte não nos conhecemos pessoalmente isso é sempre relativo mas vale a intuição, e o coração.
Fica portanto para ti, Grilinha, o meu desejo de que nada seja assim tão complicado.

Um abraço Luz

Espaço do João disse...

Não chego a compreender; tenho enviado alguns comentários e verifico que não chegam ao destino. Será filtro? ...Inclusivamente enviei notícias da Laura e...nada. Beijos e abraços Fernanda e João.

Anónimo disse...

Sabes mais alguma coisa da tua amiga,Grilinha???(continuo a torcer por ELA)

Bom fim de semana
pandora_box

Pascoalita disse...

joão
Não dei por nenhum problema a nível de comentários. Por vezes pensamos que ficam gravados e isso não acontece.

Queridas Girassol e Pondora

Obrigada pelos cuidados com a minha Amiga Grilinha. Hoje tentei ligar-lhe mas não atendeu. Suponho que se mantenha internada pelo menos até segunda feira, dia em que tem 2 ressonâncias marcadas. Oxalá detectem depressa a origem da infecção e resolvam o problema. Aquela menina já sofreu demais :(

Caso queiram passar no Blog dela, o link está ali na lateral do Blog, à direita ... é só clicar.

Jinhos às duas

girassol disse...

Cá estou eu outra vez Pascoalita. Só para pedir que antes que deites para o lixo vejas o mail. Mandei de novo agorinha mesmo. Faça o que puder por favor e desculpe a intromissão.
Beijinho
Belmira

Nokitas disse...

Lindo!
izé também torço pela Grilinha, assim como pela Laurinha.

Laura disse...

nã, nã tou a ver a pascolaita a ir de cantarinha pá fonte, ou a encher a bilha, ah, bonita e elegante é ela, e acredito que mantenha a água fresquinha de verão...e deixou o resto? tadinho, mas ele é assim, o que tem sobra-lhe...tadinha da sogrinha a dividir tudo plos filhinhos... Beijinhos e na partas a cantarinha...

Laura disse...

ahhh, olhem pá pandorinha de tractor maila pascoalita, mas que dupla, se ela soubesse a boa peça que é a nossa pascoalita, ahhhh tou pra ver...

nina pandorinha ora nem mais...Ele ouve-nos sim e Ele é que sabe como é...já me disseram que nunca fui pobre a pedir, porque peço para todos... Beijinhos.

Espaço do João disse...

Pronto...Já sei que não te partiram a bilha. É que te tenho mandado vários e-mails e não os via publicados. Afinal o Zé do Cão queria a bilha só para ele. Fiquei esclarecido.