sexta-feira, novembro 07, 2008

Aproxima-se o São Martinho ...

... e o anual "magusto da chafarica"

Tenho andado um pouco adormecida e este ano tinha esperança de escapar, mas já começou o blá-blá-blá eheheh

- Onde assamos as castanhas?
- Mizé, trazes de novo a "cloche"?
- E quem se encarrega de as comprar?
- E o chouriço e o presunto? (dava jeito era um
chouriço de Arouca)
- Não pode faltar a bola de carnes!
- E a tarte do "restolho" !!! (apreciada tarde de maçã e nozes eheheh)
- Ah! Também não pode faltar "água pé" ou jeropiga!!!



Pois é, o S. Martinho é já na próxima Terça Feira e eu lá me decidi a procurar as castanhas, mas não me agradaram as que vi no supermercado ... estas ao lado é que eram boas!

Quando era miúda apanhava quantas queria no souto do Senhor Padre Eduardo.

Que saudades de algumas coisas desse tempo!!!

29 comentários:

Zé do Cão disse...

Por uma conveniência momentânea (ter cá um dos filhos) acabo de fazer o S. Martinho.
Tradicionalmente, Línguas de Bacalhau, Batatas, couves. Doces, Nozes, frutos secos, passas, um "moscatel Excelent" - Horácio Simões- Quinta do Anjo - Palmela.Vinho, EA (Eugénio Almeida) de 1ª, digo-vos que estou com uma pançada que não me vou deitar tão cedo, ou corro o risco de sujar o fogareiro a petróleo outra vez.

Beijocas

Teté disse...

Eh, eh, eh, também já me adiantei (ou adiantaram-me) e hoje, depois de um belo cozido à portuguesa (as saudades que eu já tinha de um), no "tradicional" almoço familiar de Sábado, ofereceram-nos castanhas assadas e água pé.

Bom magusto para ti!

Beijoca!

Anónimo disse...

Lindas castanhas! Ja marchavam acompanhadas com uma boa agua pe, mas dia de S. Martinho é ja ali nao custa nada aguentar mais um pouco e dar azo a tradicao.

A proposito de outros tempos tambem me lembro de as comer ainda verdes e a forma que encontrava de as apanhar era com umas boas pedradas ao castanheiro hehehe

Coisas que o tempo vai levando distante mas nao da nossa memoria.

Um animado S.martinho para a menina Pascoalita.

Pascoalita disse...

Zé,

Há um ditado que diz "mais vale um pássaro na mão ..."

ou outro assim "não guardes para amanhã o que podes comer hoje" (eu sei que não é bem assim heheheh)

Já há algum tempo que se vêem castanhas a assar nas ruas, mas a primeira deste ano foi-me oferecida anteontem por passageiro que como eu, aguardava no terminal do campo grande a chegada do Bus.

Não sou muito cumpridora de regras e datas ... sou apologista de que sempre que possível, devemos satisfazer os desejos na hora eheheh

Belo almoço em família ... e certamente no dia de S. Martinho marcham mais umas castanhitas.

Um beijo

Pascoalita disse...

Nina teté,

Olha, sou fã de cozido à portuguesa que e quando faço como tanto ou tão pouco que nas horas seguintes seria impossível comer mais qq coisa a seguir. E muito menos castahas ... eheheh

Jinhos

Pascoalita disse...

Olá, anónimo :)) (acho que sei que és eheheh)

Também adorava as castanhas quando ainda estavam nos ouriços!

Na minha zona, havia castanheiros à beira dos caminhos. Bastava subirmos aos muros e puxar um ramo bem carregado que nós cortávamos e com a ajuda de um calhau, abríamos para tirar as castanhas ainda em formação. Eram uma delicia!!!

O problema é que ficavam lá os vestígios e se a minha mãe sonhasse, à noite havia missa cantada ahahah

Bons tempos!!!

Parisiense disse...

Pascoalita,
Tinhas falado com antecedência e eu tinha despachado as castanhas e a chouriça......mas quê andas a dormir....hihihiihhi
È que eu tenho mais de 150Kg de castanhas e chouriças era só ir ao talho.....
Agora para terça já não vai a tempo....
Mas deixa lá que para a próxima que eu fôr a Lisboa levo-te as maiores chouriças que houver cá na Serra....ahahahhahaahahah

Ahlka disse...

Hummmm... Parece que cheguei na hora H...Onde é mesmo o 'magusto da chafarica'? ;)*

Cusquinha endiabrada disse...

As castanhitas parece que sorriem à chega da Cusca endiabrada :))

Pascoalita disse...

Parisiense,

Amanhã lá vou eu carregada com o "forno ambulante" mas as castanhas ainda estão na mercearia ahahah

Espero bem que um dos ninos se lembre e as traga como aconteceu o ano passado.

Estás convidada ... na Terça Feira vai ser um magusto em beleza!!!

Jinhos

Pascoalita disse...

Olá, nina Ahlka

Também queres uma castanhita? Hummm e uma fatia de "tarde de restolho" (nome dado por uma das ninas eheheh) à minha tarde de macã e nozes que ainda terei de fazer amanhã.

Estás também convidada :))

Jinho

Grilinha disse...

Ai que belas castanhas e a jeropiga.

Não tenho cá a gulosa das castanhas nem lhe posso mandar nenhumas pelo correio mas sei que na cantina da Univ há Portuguesas e dão castanhas no S. Martinho.

beijinhos

marius70 disse...

Olá Pascoalita

Não temos em casa por costume ou tradição celebrar o S. Martinho.

Por isso se calhar passo pela tua chafarica para provar as ditas cujas, a cloche penso que seja um tacho, agora para que serve é que não sei, e beber a água pé ou uma jeropiguinha que esta noite bem necessitava que não tenho quem me aqueça os pés e tenho-os bem gelados!

:)))))))))))))))))))))))

Se soubesse que ias fazer o magusto tinha-te trazido as castanhas de S. Pedro do Sul que as havia bem grandes e bem parecidas. Não tinham era o ouriço (nem sabia que as castanhas tinham um) mas assim como assim haja quem coma o ouriço que eu como as castanhas.

:)))))

Bom magusto!

Zé do Cão disse...

Mas onde é que vai ser esse magusto em beleza?

Com cara suja do carvão e tudo?

Devia ser giro.

Beijocas

Pascoalita disse...

Nino,

Exactamente no memso sitio onde foi o ano passado ahahahah

E posso dizer que utensílio (cloche) para as assar já temos!

Amanhã um dos ninos traz um sado com castanhas minhotas (alguém se encarregará de trazer as bebidas) e nós compraremos amanhã o pão e o peguilho (peguilho é sinónimo de conduto, sabias?) eheheh

E se queres saber o que é uma cloche, vai ao dia 11 do mês de Novembro de 2007 que está lá registado o magusto do ano passado.

Carlos II disse...

Ui!!! É das poucas festas que mais aprecio. Porquê!? Porque adoro castanhas, água pé e vinho. Então, castanhas substituindo as batatas com a carne no forno à moda da minha empregada. Letal!.

Obrigado pelos votos de aniversário.

Um abraço

Zé do Cão disse...

Pascoalita. Sim senhor, sei o queé uma "cloche".
E já agora, informo-te que as castanhas melhor deste país, são de Carrazedo de Aciães - Trás os Montes.
Todavia este asno parece que é toda boa.
Beijocas e não venhas a trocar as pernas, por causa da água de lavar os pés.

africana disse...

Que saudades de algumas coisas desse tempo!!!
DAS CASTANHAS OU DO SR PADRE?

Pascoalita disse...

Grilinha,

Quer dizer que a tua gulosa este ano vai ter de se contentar com um magusto virtual?

Tem calma! Guarda-lhe uma taça delas que os dias passam a fugir.

Não tarda a aparece para reclamar não apenas as castanhas, mas também as filhós, os coscorões, os sonhos, etc...


Olá, Marius70 :))

Que saudades do nosso querido Imperador!

Bem podias ter trazido a matéria prima e este ano faziamos um magusto colectivo nera?

A Cloche (desconheço porque lhe chamam isso) é uma espécie de "forno ambulante" eheheh
A que tenho só serve uma vez no ano e é exactamente para preparar as castanhas na chafarica eheheh

Também não sabias que as castanhas têm ouriços? Tás como o outro que al fim de alguns anos na cidade já não conhecia o ancinho até que o pisou e levou com eles nos chavelhos? eheheheheh

Mas aposto que conheces os "ouriços cacheiros", não? Pois não te aconselho a procurar castanhas nessa espécie ahahahah

Hummm parti tanto ouriço e levei tanta picadela deles antes de me deliciar com as castanhas ainda em crescimento :))

Jinhos

Pascoalita disse...

Carlos,

Castanhas no forno não aprecio muito. Já tenho feito essa receita mas não sou mesmo fã. Sabes como é que gosto mais delas? Daquela forma que dizem provocam piolhos ... cruas! Mas também não gosto de castanhas piladas.


Zé,

Não sei bem de onde são as que penso comer amanhã. O meu colega é bem lá do cimo do país. Depois digo, aliás conto fazer uma breve reportagem que a ocasião merece eheheh Isto se não me apanharem distraída e me encherem demais o copo e acontecer o que disseste (inda nem sei se algum nino se chega à frente com uma garrafita eheheh)

jinhos

Zé do Cão disse...

Pascoalita.

Castanhos assadas no forno, são óptimas.
Pois eu assoas no micro ondas.
Tempo, é a olho. As vezes ficam tão duras, tão duras que até partem dentes.
O Tempo depende da quantidade.
por exemplo 18 castanhas. Temperatura, ponto ..(2), 1 minuto

Pascoalita disse...

Claro, assadas no forno são óptimas! Então se for forno a lenha ...

O que quis dizer é que não gosto dp sabor da castanha assada juntamente com carne.

Também as asso no micro-ondas. E é também neste que asso "batatas a murro" e ficam excelentes.

Bom dia de São Martinhoooooo

africana disse...

A chafarica é mesmo aqui onde trabalhamos.A cloche, o tal forno ambulante é estupenda para estes efeitos.Nem fumo faz, mas se fizesse tambem temos dois valentes exaustores que levam pró telhado qualquer resquício que possa existir, é uma casa onde não falta nada!!

Zé do Cão disse...

Que ambas apanhem uma carraspana, são os meus votos.
E cuidado com as castanhas, porque dão volta aos intestinos.
ahahahah...

Beijocas

Pascoalita disse...

Xiiiiiiii foi cá um banquete que nem deu para registar ... o pessoal assaltou a mesa e devorou os produtos de tal modo que até dava gosto ve-los comer ahahah

O magusto constou de:

Castanhas assadas
Presunto
Morcela assada
Couriço
Bola de carnes caseira,
Azeitonas
Queijo de ovelha
Queijo de cabra (fresco)
Requeijão
Tarte de maçã nozes
tudo isto regado com vinho ... ficámos que nem abades eheheh
O café foi à descrição (nas máquinas instaladas nos corredores da chafarica em troca de 30 cêntimos)

jokinhas
P.S. Ainda restou o suficiente para 3 ou 4 esfomeados eheheh

Laura disse...

Bem, as castanhas que consegui comprar, são uma grandecissima porcaria para não falar mer.. quase tudo poder e caras..rais partam as castanhas, podia smandar umas plo senhor padre lá da terra, quem sabe, são melhores e como dia a africana; saudades das castanhas ou do padre? hum....os sermões deviam ser duros e já devias estar fartinha de os ouvir em casa e na igreja..beijinhos.

Pascoalita disse...

Pronto! Estou a ver que tenho de me confessar. É que deixar passar uma sem resposta ainda vai, mas à 2ª insistência começa a parecer mal, não?
Saudades dos PECADOS que cometia e que deixava por confessar, ora essa ahahahah

Laura, acreitas que nem uma única castanha encontrámos com carne? Bem, rejeitei uma ou duas quando as preparei, mas eram muito sãs.

Ontem comprei uma pequena porção na mercearia perto do trabalho que trouxe para casa. Eram grandes, sãs e as 2 iu 3 que comi cruas eram bem gostosas (o manel não quis que as assasse)

Zé do Cão disse...

Este ano todas as castanhas saíram boas.
Até as de burro...

ahahahah...

Cusquinha endiabrada disse...

"Castanhas do burro" ??? Eu só conheço as "castanhas do diabo"