quinta-feira, janeiro 24, 2008

O Valor da Pontuação

Enquanto navegava, este texto veio recordar-me a minha mãe, uma mulher do campo dotada de grande inteligência e e possuidora duma enorme força de vontade, que apesar de nunca ter frequentado a escola, aprendeu a ler e escrever sozinha, fazendo-o praticamente sem erros!

Lembro-me de quando éramos garotos, várias vezes ela se referir a esta estória, para incutir em nós o interesse pelo estudo.


Um homem rico, sentindo-se morrer, pediu papel e pena, e escreveu assim:
"Deixo os meus bens à minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do alfaiate nada aos pobres".


Não teve tempo de pontuar - e morreu. A quem deixava ele a fortuna que
tinha? Eram quatro os concorrentes. Chegou o sobrinho e fez estas
pontuações numa cópia do bilhete:
"Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho. Jamais será
paga a conta do alfaiate. Nada aos pobres".
A irmã do morto chegou em seguida, com outra cópia do escrito; e
pontuou-o deste modo:
"Deixo os meus bens à minha irmã. Não a meu sobrinho. Jamais será paga
a conta do alfaiate. Nada aos pobres".
Surgiu o alfaiate que, pedindo cópia do original, fez estas
pontuações:
"Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será
paga a conta do alfaiate. Nada aos pobres".
O juiz estudava o caso, quando chegaram os pobres da cidade; e um
deles, mais sabido, tomando outra cópia, pontuou-a assim:
"Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será
paga a conta do alfaiate? Nada! Aos pobres"

(autor desconhecido)

13 comentários:

Pinto Calçudo disse...

A dormir, a dormir e cheguem em primeiro lugar! Parece a estória da corrida da Lebre e a tartaruga, sabem?

Hummm a pontuação tem a ver com pontos e vírgulas? Disso não percebo nado. Inda se fosse ...

"o valor do milho miúdo"

Ratinha Dorminhoca disse...

Do que te havias de lenbrar agora ahahahah

Portugês e matemática é coisa de marretas eheheh

Vem mas é daí integrar o grupo de ciclistas, pedistas e alpinistas que sobrm a estrada a caminho do bom jesus de braga ahahahah

Laura disse...

Pascoalita; já conhecia e é muito lindo e a pontuação vai pró lado de quem quer herdar, lindo mesmo... Beijinho a ti cheguei há pouco dos anos da glorinha...

Grilinha disse...

Oh Mizé ainda me lembro da polémica da celebre virgula.

Aquilo deu escrita por muito tempo e muita tinta fez correr.

Uma simples virgula.

Bom Domingo

beijinhos

Laura disse...

Viva, bom dia pascoalita, então dormes sobre os louros, digo sobre a escrita? e a viagem a Braga que tal? viste a nina das resteas? hablaste com ela? e comod ecorreu a passeata que trouxeste a adry contigo? conta, inventa, escreve, ri-me com tanta maluqueira, mas..é domingo, uma tarde feliz que a manhã tá quase a acabar...

Laura disse...

A nina soube que a africana e o zé desequilibraram o elevador e ós pois? nem me conte, ainda não estou em mim...parece que ele acabou em cima dela lá no fundo e aquilo é mesmo a pique e...nem esteve com meias medidas, quis medir a religiosidade do lugar, enfim...

Pascoalita disse...

Oh pinto! Devemos ter uma origem comum de alguma costela ... também me sabe bem passar as manhãs do fds a dormir eheheh

ratinha dorminhoca,

Outra que se diz dorminhoca e não para de pular! Também dormes enqto danças? eheheh

Pascoalita disse...

laurita,


Laurita,

Claro que conhecias! É um tema que tem feito correr muita tinta e é engraçado como esta estória é mais velha do que o "cag**" eheheheh

Grilinha,

xiiiiii pois foi eheheh ganda polémica, ganda risadas se deram.
Olha aqui como uma simples vírgula pode mudar tudo ...

"Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, ficaria de joelhos à
sua frente."

"Se o homem soubesse o valor que tem, a mulher ficaria de joelhos à sua frente."

Lembras-te?
jinhos

Pascoalita disse...

Laurita,

Não me digas! Então eles inda conseguiram chegar até ao elevador? Puxa! Nem pensei que fossem tão longe, de tão enlevados os deixei eheheh
Já lá vou inteirar-me do que se passou depois da minha saída :)

Teté disse...

Já conhecia esta história, que me parece explicar bem para que serve a pontuação.

Bom, mas para além dos conhecimentos de pontuação evidenciados por todos os protagonistas, não achas que eram todos muito gananciosos??? :D

E uma perguntinha: porque é que o escrito da foto é em árabe? Eles também têm pontuação naqueles símbolos escanifobéticos? ;)

Um resto de Domingo descansado e boa semana para ti!

Parisiense disse...

Pois eu só entendo de numeros e ainda assim......mas quando a pontuação está do meu lado tambem concordo...hihihihihih

Mas infelizmente cada vez se escreve pior e pontuação nem vê-la!!! Com as n/tecnologias(telemoveis) esta canalhada já mal sabe escrever...e a maior parte do tempo sem qualquer pontuação!!!

Beijinho e continua a estudar....tas no bom caminho....

Pascoalita disse...

eheheh Teté,

Pois nem tinha reparado que o escritor era árabe. Mas não admira. Não temos muitas palavras dessa origem? às tantas, o moribundo era isso mesmo... árabe!

Olha, não reparei nesse pormenor, mas achei que para defundo, tinha uma mão muito firme eheheheh

L.S. Alves disse...

Pascoalita muito sábia foi a senhora sua mãe.
Um abraço.