domingo, março 29, 2009

Mafra: fim de tarde de Domingo ...

Farta de estar fechada na toca, decidi que precisava de uns extras em casa! Ia decidida a abrir os cordões à bolsa e adquirir umas coisas no corredor dos téxteis duma grande superfície próxima.

A minha distracção era tal, que só não bati literalmente com o nariz na porta, porque a dita não existe ... o parque subterrâneo é de entrada livre! E nem o facto de estar vazio me chamou a atenção. Era bem capaz de me ter dirigido para as filas de carrinhos de compras e continuar, se um senhor, o motorista do único carro, além do meu, estacionado no parque, não me tivesse alertado.

Ora, eu sabia lá qual o horário em vigor ... nunca me lembro de ter encontrado estes estabelecimentos encerrados eheheheh

Mas não tenho motivos para reclamar! Acabei por poupar dinheiro e ainda ganhei um pequenino passeio (bem, não saí do carro, mas pelo menos deu para arejar e ver as sempre floridas árvores que ladeiam a avenida principal de Mafra eheheh)

















22 comentários:

Anónimo disse...

Já fui tão feliz em Mafra..

E acreditas que tive o previlégio de ouvir os carrilhões?'....pois foi...que dia..que dia...

farta da "toca",ora aí está,sempre te iamginei uma COELHINHA,não da play-boy...que aí aquele velho safado ainda te raptava...

Boa semana:pandora_box

Popper disse...

Vim aqui e gostei. Vou voltar. Já agora visita o meu condomínio. Bjo.

Parisiense disse...

Mafra é lindissima e eu gosto imenso dessa parte junto ao Palácio.....e com um dia lindo como o de ontem, fizeste bem em passear.
Agora ao trabalho....ahahahahh

Boa semanita.
Beijokitas

Cusca Endiabrada disse...

Ora, farta de conhecer esse horário que já é antigo, tavas tu!

Ou andas na lua, ou foi pretexto para ires pra galderice ehehehh

Roderick disse...

Fiz a tropa em Mafra e na altura quando acabei nem queria ouvir falar de Mafra!

Teté disse...

Pois é, ao Domingo à tarde as grandes superfícies estão fechadas... :)

E já é assim há anos!!! Com excepção da época do Natal, Novembro e Dezembro, em que está tudo aberto para a malta gastar o pilim até ao fim! :D

Olha que se calhar até foi bom não saires do carrito, que ontem esteve cá um briol, que não deve ter sido muito diferente de Mafra...

Passear sabe sempre bem! :)))

Beijocas, nina!

Zé do Cão disse...

Mafra, Mafra, quando ía bater sola a butes até à Ericeira com uma espingarda às costas, e a cadencia era ao toque do tambor dos militares do quartel.
Qualquer dia conto esta historia.
Eu disse que ía, não disse que fui...
Se lixava-me com bolhas nos pés, enganei desisti, lixei-me por outra coisa.
Beijocas

Pascoalita disse...

Pandora_box

Não me digas que também cumpriste "serviço militar" em Mafra eheheh

Óptima semana também para ti

................

Sê bem vindo, Popper :)

Claro que passarei no teu espaço de seguida.

Pascoalita disse...

Parisiense,

Linda, fria e por vezes deserta. Nas tardes e noites de verão, o pessoal concentra-se todo na Ericeira e parece uma "cidade fantasma" ehehe

Cusca endiabrada

Olha lá, mas tu pensas que tenho a tua vidinha? Nãom fosse o vento agreste que fazia àquela hora e eu te dizia como tinha aproveitado mmelhor o tempo ...

Pascoalita disse...

Roderick

Puxa! Quase todos os homens que conheço fizeram tropa em Mafra! Até o meu sogro e os irmãos dele vieram de trás do sol posto assental arraial em Mafra ehehh

Pascoalita disse...

Teté,

Juro que me tinha passado completamente! Desde que aqui na zona abriram 2 hipermercados, nunca mais fui às grandes superfícies e de qq modo também nunca o fazia ao domingo.

Lembro-me de ter sido debatido o assunto, mas achei que não tinha entrado em vigor.

Os mais pequenos mantêm-se sempre abertos, pelo que me escapou.

Claro que fiquei a ganhar e todos os sentidos, já que tencionava comprar coisas que não são de 1ª necessidade.

Jinhos

Pascoalita disse...

Zé do cão

Então também andaste a marcar passo na zona saloia? eheheh

Mas pelos vistos tiveste direito a fazer um teste! Não gostaste da caserna e desenfiaste-te? Foi isso?

Ou meteste-te em "carreiros apertados" e deram-te guia de marcha? eheheh

Muito mudou desde esse tempo e aposto que hoje, pensarias duas vezes antes de deixares a caserna eheheh

jitos

Zé do Cão disse...

Nada disso, minha amiga. Eu não fui tropa sequer.
Dirás tu, afinal se não foste tropa, tal e tal...
Fui miliciano... Estive um mês na Tapada. A comida era da tropa (arroz que se pegava ao prato de alumínio) tinha 17 anos.
Deixo o resto para o conto.

Beijocas

Pascoalita disse...

ahahahahahah ahahahahah

Ah! Então foi isso, Zé :)*

mas mantenho o que disse antes ... desconfio que hoje acharias aliciante o serviço militar e até´consigo imaginar-te a pregar partidas ao Elementos femininos eheheheheh

Esperemos então pelo conto ...

jinhos

Laura disse...

Já lá estive ma snão deu para reparar em muito, apenas no cmainho de vaigem, fiquei na tua casinha ehhh junto do teu hortelão e da bicharada que tinhas, galinhas, patos, horta, gatos e nikita..e ainda fui à Ericeira ter com os meus cocos...tão bom..é bonito mas essa de nem te lembrares dos horários de domingo, ahhhhh, destrambelhada...beijinhos.

Zé do Cão disse...

A Laurinha foi à Ericeira ter com os cocos.
Não era os cocos do cantiga A Garagem da Vizinha pois não "Os cocos ficam de fora"

Biquinhos

Cusca Endiabrada disse...

olha olha, o Zé do canito a mudar o nome às coisas ... mas eu aprendi que os que ficamà porte se chamam "tintins" eheheh

Ai a malvada língua portuguesa! Deve ser por culpa do acordo ortográfico :b))

marius70 disse...

Olá Pascoalita

Mas que horas eram no Mosteiro? Os galos cantavam? As galinhas cacarejavam? Os gatos miavam? Os carrilhões estavam quedos e mudos?

Se estava tudo assim, só podiam ser seis da manhã!!! E quem se lembraria de ir a essa hora às compras? Claro que ainda estava tudo fechado, tudo não!!! Havia uma porta que não havia e quando assim é, a gente entra não é?

:)))

Mas a que horas foste tu?

P.S. - Antes de enviar este comentário li alguns comentários e verifiquei que, pelos vistos, foi num Domingo à tarde (O que é que você vai fazer, Domingo à tarde) e que à tarde as grandes superfícies estão fechadas, olha foi uma novidade para mim. Só se for em Mafra.

Para a próxima vem até ao Odivelas Park que não fecha e o passeio sempre é maior e ainda pagas um geladito!!!

:)


Tudo de bom!

marius70 disse...

Ora bolas! É o que faz não ler o título completo. Li só Mafra e chegou!!! Afinal é Mafra: fim de tarde de Domingo...

Afinal não era uma grande superfície comercial mas sim hipermercados.

Está tudo explicado!!!

:)

Ah, eu não fiz tropa em Mafra!

:)

No entanto fica em aberto pagares um geladito no Odivelas Park.

:)

Arrivederci!

(eu li o título todo só que hoje é dia 1 de... Abril!)

:)

Pascoalita disse...

Olá meu amigão Marius70 :)*

Só tu para me fazeres rir com gosto às 8 da matina eheheheh (só agora te li, depois de alertada pelos comentários chegados ao mail eheheh)

Ena! Encontrei um homem que não fez tropa em Mafra eheheh calhar só porque a mafrense não fazia a travessia atlântica e para usares o famoso túnel ericeira/convento mafra terias de enfrentar um batalhão de ratazanas eheheheh

...............
Pois a minha cara ficou ... "Ó" ... "Ó" ... "Ó" (como dizia o Jô Soares)
quando ouvi o aviso do outro distraído, ocupante do parte:

Ó minha senhora, isto está fechado! seguido de uma gargalhada a que se juntou a minha ahahahah (o manel, como sempre impavido e sereno, limitou-se a dar meia volta e abaandonar o local em silêncio eheheh)

Um geladito no odivelas park? Tudo bem. Quando? eheheh

jinho grande

Sandokan disse...

Apenas uma rosa
Ela trazia na sua mão
Ao longe senti o aroma
Que o vento leve e suave trouxe.
Podia então sentir teus passos
Andando vagamente
No silêncio escondido
Para que eu não despertasse
Daquele sonho envolvente.
Senti então o barulho da porta
Que abria lentamente
Seu perfume dominava
Entrava nos meus sonhos
Invadia a minha alma.
Meu quarto perfumado
Era o aconchego, o
Meu refúgio, o meu pensar.
Espalhada na cama
Envolvida nos lençóis vermelhos
Ele a chegava de mansinho
Nem pedia licença,
Já me enchia de carinho,
Beijava-me inteiro,
Deixava-me alucinado
Envolvia-me nos seus desejos.
Meus sonhos se foram
Ali estava ela delirando
Pelo meu amor.
Suas mãos atrevidas ela deslizava
Não temia os limites
E eu ali sonhava e vivia
Toda aquela magia
Todo aquele momento
De ternura e encanto.
Ah! Que belo sonho...
Eterno ele será
O dia que você existir,
Não precisa nem trazer a rosa
Traga apenas o seu coração
E sua alma cheia de amor
Que eu cuidarei da sua vida
E do seu amor.

Sandokan disse...

Mafra? Passei lá das boas no curso de oficiais milicianos...!