domingo, julho 08, 2007

"Monumento" à Zona Saloia



Nas minhas passeatas a caminho de Cascais, é frequente passar nesta localidade, uma das Freguesias do Concelho de Mafra, situada a cerca de 5 km desta Vila e a sensivelmente igual distância da Malveira, tendo reparado com agrado que ali foi recentemente erguida uma placa ao estilo de "monumento", constituída por 3 paineis com bonitos azulejos (pintados à mão?) alusivos a esta zona saloia.

Após várias insistências, um dia lá consegui que o meu "hortelão" fizesse uma curta paragem para assim poder captar a "Ti Mariana" que ao que parece deslocava-se calmamente, numa manhã de Quinta Feira a caminho da tradicional Feira semanal da Malveira, supostamente a fim de vender o produto do seu trabalho, que por mera lapso não cheguei a indigar do que se tratava eheheh)

A seu lado, o "Ti Jacinto", parece ter-se aperaltado com intenção de entrar na igreja ali ao lado, mas à última hora deve ter-se lembrado que precisava substituir a velha enchada e fazer umas compritas na feira e para lá se dirige em passo lento.

Pelo sim pelo não, achou por bem levar a velha, já gasta, não vá o vendedor ambulante tentar impingir-lhe um ancinho, ou uma forquilha, que hoje em dia poucos serão os que ainda reconhecem este utensílio e nada como levar o "modelo" eheheh

Não parece levar pressa. Afinal, as compras só terão lugar ao início da tarde, estando dependentes do lucro obtido com a venda dos produtos da "Ti Mariana". Entretanto, haverá tempo suficiente para uma visita ao mercado do gado e aproveitará ainda para beber uns copitos que o verão começa a aquecer e a sede aperta eheheheh

16 comentários:

Adrianna disse...

Estou curiosa: O que venderia a "Ti Mariana?"
Suponho que fruta, legumes, leguminosas, não?

Eu gostei foi do barrete do "Ti Jacinto" eheheh

Laura disse...

Achas que ela ia vender algo? ou andaria antes à procura de figos? é que os maneis de agora andam com eles quase a cair da figueira e...

Laura disse...

O Ti Jacinto anda a ver se enfia o barrete à muié, mas é por isso que concordo com elas (elas no geral), figos podres não prestam e vai daí, servem-se da fuigueira dos vizinhos, ora ai está...

Jotabê disse...

A feira da Malveira era uma feira de troca de produtos, a Ti Mariana trocava queijos frescos das seis cabras que tinha, por nacos de carne secos ao fumeiro, já o Ti Jacinto, tocava a sua arte de capinar e roçar a terra, o seu fato era composto, para dar ar de sério trabalhador e convencer os senhores ricos a empregá-lo.

Os senhores ricos invadiam a feira em busca de sopeiras para os afazeres domésticos nos solares das herdades.

A mais conhecida era a 'Herdade dos Trigais'. O dono era justo, homem sério e trabalhador, o sr. Porfírio, tinha como herdeiros três rapazolas, bastante apetecidos pelas moças casadoiras.

Naquela manhã de Sábado bem cedo, o terreiro de entrada da feira foi pisado com convicção pelo Ti Jacinto, a Ti Mariana chegava um pouco mais tarde, tinha de deixar os animais arranjados e as couves de molho no alguidar.

Naquela manhã de Sábado daquele longínquo ano, Ti Mariana e Ti Jacinto ficariam para sempre ligados à história da Malveira.

:|

Laura disse...

Andamos aqui a tratar de casamentos e vens tu com as tiánicas e o sê jacinto..eles alegram os preparativos? não vês que vai ser na terra do sol?

Fallen Angel disse...

Se depois me vires no mercado do gado não me alimentes, minha amiga.. o meu dono só me permite comer ração.. ;-)

Laura disse...

Ó Anjo! Bebeste logo de manhãzinha? Então seria racção angelical? e onde há disso aqui? Sempre queria provar a ver se sabe a anjoçura...
Beijos pascoalita e manda os velhos pós azulejos de novo...

Diabinha cusca disse...

Laurinha, andas a sonhar demais com os "figos" !!! E eu ouvi dizer que nessa zna há "figos de boa qualidade" eheheh

Diabinha cusca disse...

eheheheheh
Eu não tinha entendido porque ia o Ti Jacinto tão produzido. Afinal o safadinho ia encontrar-se com as saloias eheheh

Diabinha cusca disse...

Noutros tempos, na feira da Malveira, trocavam burros e outros animais, até as esposas (velhas por novas eheheh)

Rafeiro Perfumado disse...

É uma zona lindissima, volta e meio "fujo" para lá!

Anónimo disse...

Olá pascoalita!
Aqui está um monumento às minhas origens Loures e a "mim" que sou saloia (mas não bimba):)
Estes paineis de azulejos são muito bonitos e, retrata bem esta zona que noutros tempos vivia muito da agricultura.
Boa semana.
Mary90
Beijocas

africana disse...

Agora é que eu percebo este "frenesin" da diabita,deve ter sido levada à feira para troca mas parece que ninguém ainda lhe pegou.
Insiste diabita, insiste, nunca se sabe se aparece um incauto que te leve!ahahaahahaaha

Pascoalita disse...

Bom dia, gente linda!

Ontem à noite era tal o cansaço que só me lembro de ter caído no ninho aí por volta das 22,30 e só acordei às 6 da matina eheheh

Adry,
alguma coisa a Ti mariana vende, já que anda com balança atrás. Vou tentar averiguar eheheh

Rafeirito,
calhar já te dei algum "biscoito friskies" e não te reconheci eheh

Olá mary,
O meu termo "saloia" é carregado de tradição e enriquecimento histórico! Jamais o associo ao outro que referes. Gostei de te ver por cá.

Africana, até as feiras já não são o que eram. Ninguém fica com esta diaba duma figa eheheh

Ahlka disse...

Não tenho dúvidas que a Ti Mariana, vá pró mercado vender fruta.
Aquela balança é de fruta...As hortaliças vendem-se aos molhos e não ao kg e as leguminosas aos volumes.
Mas o Ti Jacinto é que deve ir enganado...ai vai vai...Alguém lhe indica o caminho da horta? :)

Laura disse...

Pascoalita arranja aí com que me ria, nem que seja com o teu tareco que me vai fazer melhor que a tia e o tio nem sei quantos..ando a arrastar a rede que foi a unica coisa que trouxe de lá...